Saiba o que é e para que serve a carta de intenção

6 minutos para ler
Powered by Rock Convert

Para se candidatar a uma pós-graduação, mestrado ou outros tipos de cursos no exterior, existe um documento que, por vezes, é requisitado para saber se o candidato realmente será uma boa escolha para preencher a vaga. Esse documento é a carta de intenção, em que é possível demonstrar os interesses e aptidões para tentar alcançar o espaço que deseja.

Como se fosse parte de um processo seletivo, a carta de intenção pode ser obrigatória ou não, pois depende dos critérios da instituição ou país que você quer se candidatar. Por mais que pareça complicada à primeira vista, redigir esse documento não é tão difícil quanto pode aparentar.

Acompanhe a leitura para tirar suas dúvidas sobre a carta de intenção e descobrir como escrevê-la para se destacar e conseguir uma boa colocação!

Para que serve a carta de intenção?

Além de ser uma forma de demonstrar o interesse pela vaga, esse documento serve como uma importante ferramenta de avaliação. É por meio dele que o avaliador conseguirá conhecer melhor os candidatos e analisar a capacidade de argumentação, de produção textual e o currículo de cada um.

Apesar de parecer fora de moda, a carta é um instrumento essencial para ingressar em muitos cursos, vagas de emprego ou estágio fora do país. Caso encontre entre as exigências requeridas uma “carta de motivação” ou “carta de apresentação”, saiba que se trata do mesmo documento, mudando apenas a nomenclatura.

Uma carta bem escrita e com bom conteúdo contará muitos pontos a seu favor, mostrando o seu preparo para ingressar no país e seguir seus estudos sem grandes dificuldades.

Como escrever uma boa carta de intenção?

Como você se apresenta profissionalmente para as pessoas? A carta de intenção é como um cartão de visitas. Portanto, precisa ser bem elaborada e ter um tom pessoal, apresentando não só o que você já fez, mas também o que espera para o futuro.

As instituições têm seus próprios modelos e eles variam de país para país. Mas, no geral, há pontos básicos que devem ser considerados nessas cartas. Para não errar e jogar fora suas chances, faça pesquisas sobre como são as cartas de cada lugar e quais são as estruturas e informações pedidas.

Mostre que você conhece a instituição

Citar durante a redação do documento detalhes que mostram que você conhece a instituição que quer pleitear uma vaga ajudará bastante no processo. Não conhecer suficientemente os requisitos da vaga e deixar algo de fora por desconhecimento seria uma grande falha. Isso mostraria que você não conhece o lugar para o qual quer ir e, assim, aparentaria não ter tanto interesse.

Estudar sobre o país auxilia a não cometer erros quanto à linha de pensamento geral. Qualquer pequeno erro poderia ser o suficiente para que você não seja aceito. No entanto, para que isso não ocorra, não deixe de estudar sobre o destinatário da sua carta antes de fazê-la.

Contato Agências Intercâmbio WEST 1Powered by Rock Convert

Apresente seus motivos

Para conquistar a atenção do examinador, explique claramente as suas motivações e os objetivos para conseguir a vaga. Após iniciar a apresentação da carta com seus dados básicos, chega a hora de realmente começar a redigir suas intenções. Contar como conheceu a escola de intercâmbio e por que você escolheu aquele destino para a viagem são alguns dos motivos que podem ser ressaltados.

Mas também não deixe de falar o que deseja vivenciar durante a viagem e como o curso é uma parte essencial para isso. Ressalte como o aprendizado adquirido ajudará não só você, mas como será importante para outras pessoas os conhecimentos que levará na bagagem quando retornar para casa.

Exponha suas qualificações

Nem só de sonhos e desejos vive um homem, não é? Então, depois de expor as suas motivações, comece a mostrar por que você é a pessoa certa e como essa é uma oportunidade única.

Fale da sua formação, trabalhos voluntários, conte sobre atividades e projetos que realizou ou fez parte e outras questões relevantes que você se orgulha de ter feito e que podem ser diferenciais para você se destacar.

Conte suas habilidades e explique por que está colocando-as na carta, sem presunção, e fale como elas poderiam ajudar no dia a dia em um país estrangeiro. E uma dica: não repita as informações adicionadas anteriormente, mesmo que o intuito seja de “reforçar” o que foi dito. Isso pode tornar a leitura cansativa para quem está lendo.

Deixe clara a sua disponibilidade

Se além do envio da carta de intenção houver outras etapas do processo para entrar na escola, deixe claro que você tem disponibilidade para fazê-las. Afirme também que pretende cumprir as diretrizes do curso e que já possui preparação para iniciar essa jornada.

Como são as cartas para o Canadá e a Irlanda?

Para o Canadá, não há necessidade da realização de entrevista individual, pois a carta de intenção substitui essa etapa. Por isso, é na carta de intenção que você explicará de forma sucinta seus propósitos.

Já para a Irlanda, a carta pode ser mais simples. Mas ambas podem seguir a seguinte estrutura:

  • cabeçalho/epígrafe com a sua cidade, data, nome completo, número do passaporte e endereço;
  • endereçamento ao destinatário;
  • introdução com seus dados completos;
  • desenvolvimento da carta com os passos sugeridos acima;
  • dados para contato e assinatura.

Qual é a agência ideal para realizar intercâmbio?

Antes de escolher, é preciso analisar bastante as opções disponíveis. Encontrar uma agência experiente e disposta a ajudar e estar ao lado do estudante em todas as situações é primordial. Confira o histórico da empresa e relatos de alunos que já fizeram intercâmbio para sanar todas as suas dúvidas.

A WEST1 é uma agência especializada que dá todo o suporte necessário, oferecendo intercâmbios para Austrália, Canadá,  Irlanda e Nova Zelândia e. A equipe está disponível para auxiliar em todos os passos, desde orientar sobre como escrever a sua carta de intenção até em questões como visto, acomodação e outros aspectos. Não se esqueça de que, além da escolha da escola em que você pretende estudar, a agência que acompanhará o processo também é muito importante para ter um intercâmbio inesquecível.

Gostaria de saber mais sobre o assunto? Entre em contato conosco!

Receba dicas exclusivas para planejar o seu intercâmbio!

Você também pode gostar

Deixe um comentário