Conheça as principais gírias e expressões canadenses

O português tem uma infinidade de sotaques, gírias e expressões, não é mesmo? O modo como falamos aqui é bem diferente do que se fala em Portugal, sem contar as diferenças entre as próprias regiões do Brasil. Com o inglês e o francês a situação é a mesma: existem expressões que são típicas de cada lugar, como é o caso das gírias canadenses que veremos por aqui.

O idioma falado nas ruas é muito mais informal do que o que aprendemos nos livros. Ainda que de forma leve, ele recebe adahptações de cada população — isso faz com que os ingleses não entendam algumas expressões do Canadá e vice-versa mesmo falando o mesmo idioma. O mesmo ocorre entre os habitantes de Quebec e os franceses, por exemplo.

E aí, pronto para aprender e ficar com tudo na ponta da língua antes de embarcar para o intercâmbio no Canadá? Vamos lá!

Quais são as principais gírias canadenses em inglês?

O inglês canadense tem fama de ser bem fácil de entender devido ao sotaque leve e à clareza na pronúncia. Possivelmente por causa da proximidade geográfica, ele se assemelha muito ao inglês dos Estados Unidos. Entretanto, como já se pode esperar, nem tudo é igual.

Existem gírias e termos diferentes nos dois países. Fora isso, algumas expressões podem ter significados distintos mesmo existindo nos dois países. Conheça algumas expressões típicas do inglês canadense!

Loonie and Toonie

Não, essa expressão não tem nada a ver com o desenho Looney Tunes. Acontece que a moeda de um dólar no Canadá tem o desenho de um loon, um pássaro típico da América do Norte — e é daí que vem a expressão usada para se referir a ela: loonie.

Para continuar com a brincadeira, os canadenses resolveram batizar a moeda de dois dólares de toonie (pronunciado como “twonie”).

Yarn

É uma palavra muito usada no país para se referir a conversas informais. To yarn é equivalente a to chat, em inglês, ou a bavarder, em francês. No português, pode ser traduzida como bater papo.

Take off

Essa é uma expressão muito comum no inglês, normalmente usada para dizer que algo (provavelmente um avião) irá decolar. Também pode ser usada no sentido de tirar, como na expressão “take off your shoes”.

Entretanto, no Canadá, a expressão take off virou gíria e tem o sentido de ir embora, deixar alguém ou algum lugar, equivalente ao nosso “vazar” em português.

Eh

Essa é provavelmente a gíria mais famosa do Canadá, que inclusive é usada por imitadores para caracterizar a fala canadense. Normalmente ela é usada no fim das frases em tom interrogativo, tentando confirmar a expressão que foi dita ou esperando uma resposta da outra pessoa. Como você já deve ter percebido, é equivalente ao nosso “né?”.

Hoser

Essa palavra é usada para dizer que alguém é desagradável. Não se sabe ao certo de onde a gíria surgiu, mas há quem diga que ela é uma junção das palavras hose (mangueira) e looser (perdedor).

Owly

A palavra owl significa coruja, mas não se deixe enganar. Owly não tem nada a ver com o animal — a gíria é usada para dizer que alguém está de mau humor.

Mawga

Essa gíria não tem uma tradução exata, nem uma origem conhecida. Ela é usada para dizer que alguém não está se sentindo muito bem, como no exemplo “I’m not going to school because I’m mawga today” (eu não vou para a escola porque não estou me sentindo bem hoje).

Kerfuffle

A palavra é um pouco estranha, mas a tradução é bem simples: kerfuffle significa confusão, tumulto, bagunça, normalmente algo que foi causado por um desacordo ou desentendimento entre duas ou mais pessoas.

Pop

Coke, soda, soft drinkpop é só mais uma forma de dizer refrigerante em inglês. Apesar de ser usada também no norte dos Estados Unidos, ela é bem mais comum no Canadá. Em tradução literal para o português, pop significa estourar. O refrigerante teria recebido esse apelido por causa das bolinhas de gás, que estouram por cima do copo.

Quais são os principais termos e expressões canadenses em francês?

Assim como o inglês, o francês canadense também tem suas próprias expressões regionais, que são bem diferentes do que é falado na França.

Para começar, o sotaque dos quebequenses, os nativos de Quebec, é diferente do sotaque dos franceses, principalmente porque, durante a colonização, o francês do Canadá sofreu muita influência do interior da frança, que ainda tinha dialetos próprios na época.

Além disso, pela convivência tão próxima, o próprio inglês continua influenciando expressões francófonas do Canadá até hoje — esse é o caso da maior parte das gírias que listamos. Confira!

C’est le fun

Para dizer “se divertir”, em francês, usamos o verbo s’amuser. Entretanto, os canadenses usam muito a forma “avoir du fun”, uma adaptação da frase “to have fun” do inglês — é daí que vem a expressão c’est le fun (isso é divertido).

Capote pas

Capote, em português, significa capuz. Automaticamente poderíamos entender a expressão como “sem capuz”, ou algo parecido, certo? Muito errado. Capote pas é uma gíria que significa algo como “não fique nervoso / não se estresse”.

Blond et chum

Sabemos que blond significa loiro, mas, nesse caso, a expressão não tem nada a ver com cor de cabelo. Blond et chum são, respectivamente, namorada e namorado.

Je m’en sacré

Sacré significa sagrado. Porém, o sentido é completamente diferente nessa expressão. Je m’en sacré pode ser traduzido como “não ligo” ou o nosso popular “tô nem aí”.

Existe diferença nas gírias canadenses para cada região?

O Canadá é um país bilíngue que tem o francês e o inglês como idiomas oficiais. Além disso, o país é conhecido pela multiculturalidade, que permite a convivência entre pessoas de todas as partes do mundo.

Portanto, a resposta é sim, existem diferenças regionais na língua e um grande exemplo disso são as províncias que ficam no limite da província de Quebec, onde o inglês sofre influência do francês e vice-versa.

Quais são as cidades canadenses de mais fácil adaptação para brasileiros?

Os canadenses, em geral, são muito receptivos aos estrangeiros, o que já facilita muito o processo de adaptação.

Mas, para nós brasileiros, uma das principais dificuldades pode ser o clima, já que o frio é muito rígido em algumas regiões. Para quem busca temperaturas mais amenas, Vancouver e Victoria são excelentes opções.

Vancouver, assim como Toronto, também é uma opção interessante para quem quer aprender só inglês, bem distante da influência do francês.

Para quem quer falar francês ou busca uma chance de praticar os dois idiomas ao mesmo tempo, a cidade de Montreal é uma excelente opção — só para ter uma ideia, lá as pessoas geralmente cumprimentam com “hi bonjour” e esperam que você responda para saber em que idioma continuar a conversa.

Essas são as principais gírias canadenses que você vai encontrar ao chegar no país, tanto em inglês quanto em francês. Elas podem parecer estranhas no começo, mas logo se tornam naturais, basta um tempinho para se adaptar.

Quer receber dicas sobre intercâmbio e aprender mais coisas incríveis sobre o Canadá e outros países? É só assinar a nossa newsletter!

 

Receba conteúdo em primeira mão!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This