Duração do intercâmbio: como estabelecer o período ideal?
Guia de Planejamento IntercâmbioPowered by Rock Convert

Fazer um intercâmbio está entre os planos de muitas pessoas. Aprender uma nova língua, conhecer novas culturas, encontrar pessoas de outras nacionalidades são alguns dos motivos pelos quais é comum aventurar-se em outro país.

No entanto, no momento de planejar essa experiência, uma dúvida pode surgir: qual é a duração do intercâmbio ideal? Um mês? Seis meses? Um ano? Como definir o período certo para isso?

Pois então. Fizemos este post exatamente por sabermos que essa não é uma decisão fácil! Continue lendo para saber a resposta para todas essas perguntas.

Primeiramente, defina um objetivo

Antes de tudo, é preciso ter em mente o objetivo pelo qual você deseja fazer um intercâmbio. Esse é o principal fator que ajudará você a definir por quanto tempo ficará fora do seu país de origem. Existem diversas motivações para morar um tempo fora. Confira abaixo algumas delas.

Aprender um idioma

Esse é o principal motivo pelo qual as pessoas optam por fazer um intercâmbio. O mundo globalizado onde a gente vive requer o domínio de, pelo menos, mais um idioma além do nosso.

Essa é uma das maneiras de abrir mais portas, seja no mercado de trabalho, seja socialmente — encontrar uma pessoa estrangeira no seu país e não saber ajudá-la é bem chato, não é?

Então, nada melhor do que conviver com nativos da língua, no país deles, para aprender o idioma, seja inglês, francês, espanhol, alemão, ou qualquer outro.

Conhecer novos lugares

Além da língua, o intercâmbio é uma ótima oportunidade de conhecer lugares nos quais nunca esteve antes. Viagens internacionais permitem isso, é verdade. Mas é bem chato ir a algum país e ter poucos dias para ver um tanto de atração turística, não acha?

Por isso, passar um longo período de tempo em um local possibilita conhecê-lo bem mais a fundo. Fazer um intercâmbio pode ser uma forma de conhecer mais locais de uma mesma cidade, por exemplo, além de desbravar outros lugares nem tão turísticos assim.

Autoconhecer-se

O intercâmbio pode ser uma oportunidade e tanto de autoconhecimento. Ir para um lugar totalmente desconhecido, com pessoas diferentes e cultura distinta da nossa pode ser uma maneira de mostrar a nós mesmos quem somos. Parece contraditório? Mas não é!

Ter que se virar em situações complicadas, superar medos e enfrentar desafios podem ser oportunidades de aflorar em você habilidades, sentimentos e sensações que nunca experimentou antes. Pare para pensar nisso!

Em seguida, analise em quanto tempo o atingirá

Elencados os principais motivos pelos quais as pessoas fazem um intercâmbio e definido qual é o seu, é hora de decidir a duração dessa aventura. Nesse momento, é importante atentar-se para algumas variáveis que influenciam nessa escolha.

Se você tem um emprego, por exemplo, pode ser complicado tirar vários meses para morar fora do país.

Nesse caso, se quer aprimorar a outra língua e ao mesmo tempo conhecer um lugar, é indicado fazer um intercâmbio de férias com curso de idiomas de curta duração (entre um e dois meses). Assim, terá um “intensivão” para aprender o essencial, com professores nativos.

Caso tenha maior disponibilidade e um orçamento mais tranquilo, é possível fazer intercâmbio de graduação ou de pós-graduação com duração de seis meses.

Nessa modalidade, o intercambista pode cursar algumas disciplinas no local escolhido e, quando retornar ao país de origem, aproveitá-las em seu currículo. Esse período também é uma ótima opção quando o intercâmbio é feito a trabalho.

Intercâmbios de um ano de duração são perfeitos para melhorar a fluência na língua estrangeira! O convívio intenso possibilita inserção total na rotina do outro país e atividades como trabalho e estudos também colaboram bastante nisso.

Você ainda poderá vivenciar todo um ciclo (as quatro estações) e ver de perto como é a realidade naquele lugar. Sem contar a oportunidade de autoconhecimento que essa experiência proporciona!

A duração do intercâmbio pode depender de vários fatores, mas uma coisa é certa: ele precisa ser intenso na medida certa para você! Então, atente-se ao seu objetivo, saiba sua disponibilidade, defina o tipo de intercâmbio e vá viver essa experiência.

Está faltando algo? Ainda não sabe todos os tipos de intercâmbio existentes? Nós mostramos para você! Leia nosso outro artigo e confira um por um!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This