Duração de intercâmbio: em quanto tempo vou ficar fluente?

4 minutos para ler
Powered by Rock Convert

Muitas pessoas que viajam para estudar se perguntam qual a duração de intercâmbio ideal para alcançarem a fluência em um idioma. Algumas imaginam que, com poucos meses, voltarão ao Brasil falando como nativas de outros países.

Entretanto, esse sonho pode se transformar em decepção diante de toda essa expectativa. Isso porque entrar em um curso de inglês — seja ele no Brasil ou no exterior — já pensando em quanto tempo falta para ter total conhecimento na língua não é o melhor caminho.

Ter domínio no inglês significa ler, escrever, ouvir e falar sem que aconteça nenhuma confusão durante uma conversa. Isso significa que você só se tornará fluente quando se comportar em relação ao idioma praticamente da mesma forma que se comporta com o português.

Para que você não se sinta perdido sem saber por quanto tempo deve estudar no exterior, explicamos neste post as particularidades de cada período de um intercâmbio. Confira!

Um mês

Levando em conta que muitas pessoas só contam com as férias do trabalho para fazer um intercâmbio, é comum que os pacotes mais populares sejam os de um mês de curso.

Em quatro semanas, é possível sim avançar nos conhecimentos do idioma, mas você precisa mergulhar inteiramente na língua e na cultura em que está vivendo.

Ir à escola e sair de lá conversando em português com os amigos brasileiros que você acabou de conhecer não vai ajudar em nada. Com um pouco de dedicação, é possível tirar proveito, ainda que o tempo seja curto.

Três meses

Nesse caso, há um período maior para avançar no idioma. Você conviverá com a língua diariamente e, com dedicação, será possível galgar níveis mais altos.

Contato Agências Intercâmbio WEST 1Powered by Rock Convert

Se você não tiver conhecimento prévio, não espere voltar fluente, mas certamente com um grande aprendizado. O segredo é se dedicar e não pensar apenas no domínio, mas na sua evolução.

Seis meses

Alguns países permitem que o estudante tenha o direito de trabalhar no país durante um curso de seis meses. Dessa forma, além dos estudos, ele tem a oportunidade de adquirir conhecimento na prática e desenvolver habilidades profissionais.

Nesse caso, os avanços são ainda maiores, sem contar o tempo que você vai ter para conhecer os pontos turísticos do local e até mesmo outros países próximos.

Um ano

Existem pessoas que decidem passar um ano no exterior. É claro que isso exige um planejamento prévio e dinheiro para investir, mas, ao final, é uma experiência que traz muitos benefícios.

Mas, afinal, esse é o prazo ideal para a fluência? Depende. Isso porque não existe fórmula mágica ou tempo certo para ter conhecimento sólido em um idioma. O intercâmbio permite um avanço mais rápido de nível, mas os resultados também variam de acordo com a dedicação do aluno e com seus conhecimentos prévios.

Portanto, não se atenha apenas a isso: viva o intercâmbio com todas as experiências que ele tem a oferecer. Voltar ao Brasil com uma vivência de um ano no exterior e experiência de trabalho em outros mercados certamente abrirá muitas portas, ainda que você não possa ser considerado fluente.

Além disso, assistir a filmes em inglês, ouvir músicas e mudar o idioma do seu celular, por exemplo, são atitudes que ajudam a turbinar o seu aprendizado, independentemente de qual seja o seu nível atual. Mais importante do que a duração de intercâmbio é a maneira como você aproveita esse tempo de estudos.

Percebeu como cada duração de intercâmbio tem suas particularidades? Se você gostou do post, assine a nossa newsletter e tenha acesso a mais conteúdos como este!

 

    Receba dicas exclusivas para planejar o seu intercâmbio!

    Powered by Rock Convert
    Você também pode gostar

    Deixe um comentário