Intercâmbio na Austrália: Como é trabalhar em Hobart
Intercâmbio na Austrália: Como é trabalhar em Hobart

Ao iniciar o planejamento de um intercâmbio na Austrália, uma questão que todo mundo quer saber é sobre como será para arrumar trabalho, uma vez que o país atrai intercambistas de diversos países do mundo justamente por permitir direito de trabalho aos estudantes internacionais.

As diferenças entre uma cidade e outra nesse quesito é sempre tópico para muita discussão, então nesse post trazemos o ponto de vista da Ana Maciel, estudante WEST 1 e blogueira (https://doladodecadomundo.wordpress.com) que já morou em Perth e hoje reside em Hobart, na Tasmânia, para nos contar como tem sido a sua experiência em relação a trabalho na capital com a menor população da Austrália.

Se você tem interesse em fazer intercâmbio em Hobart e quer saber como é trabalhar na cidade, confira abaixo o que a Ana tem a dizer.

É fácil arrumar trabalho em Hobart?

Apesar de Hobart ser uma capital, é importante lembrar que ela é a capital com menor população em toda a Austrália, então por esse fato a competição pode ser um pouco maior. Mas no meu caso e no caso de algumas pessoas que conheço, sim, foi fácil, principalmente na área de hospitality (hotelaria).

Assim como é repassado nos workshops sobre trabalho da WEST 1, nessa área é importante sair batendo de porta em porta se apresentando e entregando o currículo. O pessoal de Hobart no geral é muito simpático e os gerentes estão dispostos a conversar um pouco sobre você e entender quais suas habilidades.  Dependendo da sua experiência o cenário pode ficar mais fácil ou mais difícil e, como em qualquer lugar, a apresentação pessoal conta bastante.

Porém, assim como em qualquer cidade, tudo isso vai depender mesmo do quanto o estudante vai se esforçar na procura por um trabalho.

Quais são os tipos mais comuns de trabalho em Hobart?

Um pouco diferente de Perth e provavelmente de Sydney e Melbourne, Hobart tem um mercado de trabalho um pouco mais enxuto. Um exemplo é o famoso trabalho como cleaner. É muito raro ouvir alguém comentando que precisa de cleaner em casa ou sobre companhias de limpeza. Ou seja, infelizmente esse mercado não está explicitamente presente em Hobart.

Babysitter (babá) é possível encontrar alguns grupos que falam sobre esses trabalhos, porém é muito comum o babysitter ser feito na casa das babas, como se fosse uma mini creche.

Já para os meninos existe o mercado de carwash (lava rápido), normalmente existentes nas locadoras de carros e, é claro, o mercado de hospitality.

Importante lembrar também que Hobart é uma cidade muito turística que recebe cruzeiros e visitantes a todo momento, então na área de hospitality sempre tem vagas e é com certeza o melhor mercado no início do intercâmbio.

Quanto se paga em média?

Nessa questão vou falar sobre hospitality que é o mercado que sou mais familiarizada. Comparado com Perth, Hobart possui um valor um pouco maior. Geralmente a hora varia entre $25 e $26 a hora, com algumas alterações dependendo da posição no trabalho, horário e do empregador.

Onde procurar trabalho em Hobart?

Os bairros de Salamanca e North Hobart são os lugares onde mais possuem restaurantes e cafés. Porém é possível também encontrar vagas online, no cassino e em hotéis locais. Mais uma vez frisando, tudo depende da sua experiência, apresentação, do que procura e principalmente da sua disposição para correr atrás de uma oportunidade.

Como tem sido a sua experiência de trabalho durante o intercâmbio?

No ramo de hospitality há mais de dois anos na Austrália e “alguns muitos” no Brasil, minha experiência em procurar e encontrar trabalho em Horbat foi fácil. Hoje trabalho como waitress (garçonete) e bartender (atendente de bar) em um bar e restaurante em Salamanca. Eu sai para procurar emprego no meu primeiro dia em Hobart. Consegui um trial (teste) logo nos primeiros dois dias e em menos de uma semana já estava com um emprego.

Importante ressaltar que Hobart é uma capital menos acostumada com estudantes e intercambistas, então é importante ter uma boa noção de inglês para procurar trabalho, ou seja, um nível avançado no qual o estudante consegue entender e falar sem grandes dificuldades.

Uma curiosidade é que no geral existe uma boa comunicação entre o pessoal que trabalha em restaurantes da cidade, então muitas vezes alguém sabe de algum lugar que esteja precisando de staff (funcionários) e te recomendam para uma entrevista.

E o segredo é não ter vergonha de se apresentar, contar sua história e mostrar sua disposição em fazer parte da equipe e de trabalhar de uma forma bonita que o brasileiro sabe exatamente como fazer. Boa sorte galera!!

Trabalhar durante o intercâmbio na Austrália é algo que engrandece ainda mais a sua experiência na terra dos cangurus e, independente da cidade de destino que você escolha, como você pode ler nos relatos da Ana, para conseguir uma oportunidade o que vale mesmo é a sua garra e disposição para correr atrás.

Para saber mais sobre estudar e trabalhar na Austrália, entre em contato com um de nossos especialistas e vamos iniciar juntos o planejamento do seu intercâmbio na Austrália.

 

Autora

Ana Paula Maciel Ribeiro

 

Jornalista brasileira apaixonada pela língua inglesa, fazendo intercâmbio na Austrália há um pouco mais 2 anos. Morou, por dois anos, em Perth, WA até que decidiu se aventurar na pequena ilha chamada Tasmânia. Além de estudar e trabalhar como garçonete, registra nas horas vagas pensamentos que surgem a partir de momentos e conversas no blog https://doladodecadomundo.wordpress.com/ com o intuito de mostrar que o Brasil e a Austrália têm mais em comum do que se imagina.

 

Receba conteúdo em primeira mão!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This