7 perguntas e respostas sobre o intercâmbio estudantil

7 minutos para ler
Powered by Rock Convert

Já pensou em ter um melhor desenvolvimento e ser um diferencial no mercado de trabalho? O intercâmbio estudantil pode proporcionar muitas vantagens em sua vida profissional e pessoal.

No entanto, ainda há muitas dúvidas em relação aos procedimentos necessários para iniciá-lo, bem como as possibilidades de cursos e destinos a serem seguidos. Assim, é preciso esclarecer questões que podem ser barreiras para que as pessoas iniciem um intercâmbio.

Para informar você melhor sobre assunto, preparamos este post e reunimos os principais questionamentos sobre o intercâmbio estudantil. Confira e esclareça suas dúvidas!

1. O que é o intercâmbio estudantil?

Intercâmbio estudantil significa “troca”, ou seja, é o momento em que pessoas de países distintos têm a oportunidade de conhecer o território um da outra e, assim, compartilhar experiências e culturas.

No entanto, no contexto atual, o intercâmbio tem um conceito muito mais amplo e remete à ação de estudar ou trabalhar no exterior por determinados períodos. Assim, possibilita ao estudante o contato com a diversidade cultural, bem como a ampliação do olhar em relação ao mundo.

2. Como são os aspectos burocráticos para o intercâmbio?

O processo de um intercâmbio exige certos aspectos burocráticos para ser concretizado. Dessa forma, é essencial que, inicialmente, seja realizado um planejamento, e o primeiro passo a ser dado é o passaporte.

O passaporte é o documento que permite que você adentre em territórios estrangeiros. Sem ele, nada feito. Então, é preciso que ele esteja garantido de imediato antes de sua viagem. Outro aspecto importante sobre o passaporte é estar sempre atento à sua validação e renovação.

Depois disso, é preciso que você tenha um visto, ou seja, a sua habilitação para entrar no país escolhido. Normalmente, eles demandam períodos diferentes para serem aprovados ou não, então é importante que seja solicitado com antecedência.

Para entrar em uma escola, você precisa de um documento que autorize e aceite sua matrícula, um que comprove a sua imigração e ter onde permanecer no país. O seguro internacional de viagem é exigido em alguns países, e documentos como carteira de identidade, de motorista, e comprovante de residência brasileira são alguns daqueles principais que você deve sempre ter em mãos.

3. Quais as vantagens para o estudante em fazer um intercâmbio?

Além de todos os aspectos destacados anteriormente, é possível destacar algumas das principais vantagens em realizar um intercâmbio estudantil:

  • novas experiências e oportunidades de crescimento;
  • interação com novos amigos e novas culturas;
  • diferencial curricular no mercado de trabalho;
  • maior autonomia e independência;
  • crescimento pessoal e profissional;
  • maior maturidade.

4. Como escolher o melhor destino?

Para escolher o melhor destino para um intercâmbio estudantil é preciso ter autoconhecimento. É preciso traçar os seus principais objetivos para saber qual o país se aproxima mais de suas expectativas.

Assim, uma dica bacana para decidir melhor é selecionar aqueles países que você mais tem afinidade e elencar as principais características de cada um, destacando suas vantagens e desvantagens. Dessa forma, fica mais simples visualizar os pontos mais relevantes no momento de decidir.

5. Como escolher a moradia no destino escolhido?

A sua acomodação depende de planejamento e de escolhas. Assim, podemos destacar alguns fatores, como seu período de permanência no país, seus objetivos e seu estilo. Diante disso, é essencial que, antes dessa escolha, sejam avaliadas as características locais do país e da cidade onde você irá permanecer. Terão influência em sua escolha aspectos como locomoção, receptividade, estilo de vida etc.

Contato Agências Intercâmbio WEST 1Powered by Rock Convert

Os principais tipos de moradia são:

Casas de família

Você se hospeda na casa de uma família do país, também denominada de “homestay”. Não se preocupe, pois todas passam por uma avaliação do governo e são habilitadas a receberem estrangeiros.

Um ponto positivo é o contato direto com o idioma e a cultura do país. Um ponto negativo são as adequações às regras daquela família, que limitam um pouco o seu espaço. Mas fique tranquilo: normalmente os estudantes têm ótimas experiências com as famílias estrangeiras, sempre com muita aprendizagem.

Residência estudantil

Funciona como um pensionato. Seus formatos variam, mas normalmente cada intercambista tem seu espaço, com exceção dos banheiros e da cozinha. Um ponto positivo é que a interação é muito saudável, pois reúne estudantes de vários países, enriquecendo a troca cultural. O ponto negativo é o compartilhamento de espaço; dependendo do seu perfil, pode ser um pouco invasivo.

Apartamento

Conta com a possibilidade de maior liberdade. Outro ponto positivo é a divisão dos gastos, caso seja dividido com outras pessoas. No entanto, é preciso foco e responsabilidade para equilibrar esses aspectos.

Hotel

Se hospedar em um hotel é reflexo de conforto e localização privilegiada. Pode ser uma boa opção para o processo de adaptação. No entanto, os gastos são maiores e a interação é menor do que nas outras opções de moradia.

Albergue ou hostel

Como se fosse um hotel, só que com banheiros e cozinha compartilhados. Um ponto positivo é a possibilidade de interação, mas se você gosta de mais privacidade, pode não ser o local ideal.

6. O que faz uma agência de intercâmbios?

Uma agência de intercâmbios é responsável por direcionar você em todo o processo. Podemos dividir em três etapas importantes:

  • no esclarecimento de todas as suas dúvidas relacionadas ao intercâmbio estudantil até a sua decisão final;
  • nos aspectos burocráticos (visto, documentação, passagens, acomodação, carta de aceite da escola etc.) após a escolha do país de destino e a escola mais viável para você, lembrando que tudo é realizado de acordo com o seu perfil;
  • no suporte e auxílio durante a sua viagem. Algumas agências são representadas em filiais físicas em determinados países.

7. Como as agências contribuem para que essa experiência seja positiva?

As agências têm um papel fundamental na vida do estudante durante todo o processo de intercâmbio, pois apresentam a responsabilidade de tornar tudo mais tranquilo e garantir que a experiência alcance todas as expectativas.

Assim, sua principal função é orientar, direcionar e garantir que tudo sairá como planejado. Se você acha que um intercâmbio pode ser algo complicado, as agências descomplicam e facilitam tudo para você, até mesmo nas formas de pagamentos que são flexíveis ao perfil de cada um.

Como falado anteriormente, um ponto muito positivo das agências é a preocupação em conhecer seus objetivos e seu perfil, de modo que possam lhe proporcionar uma experiência que mais se aproxime de suas expectativas. Além disso, as agências ficam à disposição em toda a sua permanência no país escolhido. É uma estratégia de garantir completamente sua satisfação.

Como vimos, realizar um intercâmbio estudantil não é algo tão difícil, e pode ser muito bem aproveitado, garantindo experiências excelentes. Para isso, é relevante contar com o apoio e parceria de uma agência de confiança que possa fornecer uma orientação completa.

E aí, gostou do post? Então, entre em contato com a WEST 1 e saiba todas as vantagens de usufruir de uma agência de intercâmbios. Teremos prazer em te ajudar!

Receba dicas exclusivas para planejar o seu intercâmbio!

Você também pode gostar

Deixe um comentário