6 dicas para aproveitar o máximo do seu intercâmbio - Intercâmbio para Austrália, Nova Zelândia e Irlanda - Blog da WEST 1
Guia de Planejamento IntercâmbioPowered by Rock Convert

Preparar-se para um intercâmbio sempre envolve uma série de emoções, além de medidas a serem tomadas. Porém, todo mundo costuma pensar somente em voltar com o inglês aprimorado, conhecer novos lugares e aproveitar para fazer aquelas comprinhas.

Objetivar isso é saudável e necessário, entretanto, existem algumas atitudes que você deve tomar para evitar a ocorrência de imprevistos que prejudiquem o curso da sua viagem

Para ajudar, listamos, abaixo, 6 dicas para você aproveitar o intercâmbio ao máximo, sem “dores de cabeça”. Confira!

1. Esteja em dia com a documentação

Após escolher o país, a escola e quanto tempo vai ficar, chegou a hora de se informar. Você precisa saber exatamente quais são os documentos necessários para entrar, permanecer e estudar no local de destino.

Verifique a data de expiração do seu passaporte e providencie os vistos necessários. Alguns países não exigem visto para intercâmbios mais curtos. Entretanto, se você vai permanecer por mais de 6 meses, e quer estudar e trabalhar, será preciso tirar uma modalidade de visto especial.

O importante é entender exatamente como funciona essa questão no país que você escolheu como destino e providenciar tudo isso antes de embarcar.

2. Aprenda sobre a cultura local

Um intercâmbio se torna uma experiência completa quando você está disposto a “se jogar”. Portanto, nada de ficar falando português com aquele seu amigo brasileiro: entregue-se ao idioma local e tente utilizá-lo para se comunicar a maior parte do tempo.

Antes de embarcar, é interessante aprender algumas palavras, como “bom dia”, “por favor” e outras expressões básicas do dia a dia. Você certamente será visto com bons olhos pelos nativos se mostrar interesse pela língua e cultura do país. E tudo começa com um “bom dia”.

Além disso, existem expressões, atitudes e gestos comuns para nós, que podem ser considerados ofensivos em outras culturas. Informar-se sobre essa questão é uma forma de evitar mal-entendidos.

3. Conheça pessoas novas

Tem gente que vai para o intercâmbio e procura somente brasileiros para fazer amizade. Não estamos dizendo que você não deva conversar com outros brasileiros durante a viagem, mas, sim, que não deve se restringir somente a pessoas que vieram do seu país.

Fazer amigos de outras nacionalidades pode ser interessante e trazer diversos ganhos culturais. É conversando com as pessoas que você vai descobrindo o mundo fora da sua zona de conforto. Além disso, existem pessoas que se conhecem em intercâmbios e mantêm a amizade por meio das redes sociais.

É por isso que aquela conversa na hora do intervalo do seu curso pode render uma amizade duradoura e, talvez, até mesmo a possibilidade de conhecer um outro país numa próxima oportunidade — ou de receber uma visita do seu amigo “gringo” e guiá-lo pela sua cidade.

Resumindo: os ganhos culturais são imensuráveis quando nos abrimos a conhecer pessoas de diferentes países, culturas e credos.

4. Cuide dos seus pertences

Por mais que você esteja acostumado a deixar suas coisas espalhadas pela casa e nunca se lembre onde guarda os objetos, não aja assim quando estiver em um intercâmbio.

Lembre-se de que você vai ficar na casa de pessoas desconhecidas ou dividir o local de estadia com outros de culturas diferentes. A premissa básica nesse caso é respeitar o espaço do outro. É por isso que manter suas coisas organizadas faz parte do rol de boas maneiras.

Além disso, você já imaginou o transtorno de perder um documento importante ou dinheiro durante uma viagem? Resolver a situação sozinho em uma terra desconhecida certamente não será tão simples.

É por isso que os cuidados com seus pertences devem ser redobrados quando você está fora de casa. E que tal, na volta, trazer os bons hábitos adquiridos para casa e passar a ser mais responsável e organizado com suas coisas?

5. Pense positivo

Se soubéssemos o poder que tem a nossa mente, iríamos enchê-la de ideias e pensamentos positivos. Isso porque o que você pensa tem influência direta sobre a sua vida.

Fazer algo, seja um intercâmbio ou um bolo de chocolate, pensando que tudo vai dar errado te coloca na metade do caminho rumo ao fracasso. Portanto, seja positivo sempre. Acorde pela manhã com um sorriso e a certeza de que o dia será lindo e enriquecedor, independentemente do clima ou das circunstâncias.

Esse tipo de atitude atrai coisas positivas e te deixa mais preparado para lidar com situações adversas que possam aparecer. Enxergue as coisas boas como verdadeiros presentes e as ruins como oportunidades de aprendizado. Dessa forma, você não sairá perdendo de nenhuma situação.

6. Planeje seus gastos

Isso não quer dizer que você não pode comprar nada fora do “script” ou que deve privar-se de experimentar um restaurante local, por exemplo, para economizar. Você pode (e deve) se dar ao luxo de desfrutar de alguns prazeres, como fazer compras, passeios e experimentar comidas diferentes.

Entretanto, é necessário fazer um planejamento para que o seu dinheiro não acabe antes que a viagem. Calcule quanto gastará com itens que não estão inclusos no pacote que você fechou. Pense nas coisas que deseja comprar e inclua no planejamento.

Se você quer ir conhecer um país vizinho durante a sua estadia, isso também deve entrar na sua planilha de despesas. Uma vez calculado o valor que será gasto com esses itens, reserve uma quantia extra para despesas que possam surgir pelo caminho.

E não estamos falando só em compras extra, passeios ou alimentação. Lembre-se sempre de que ninguém está imune a imprevistos relacionados à saúde (nesse caso, um seguro-saúde ajuda muito) ou perda de documentos e itens pessoais (por mais que você tenha cuidado).

Já imaginou passar por uma situação dessas e não ter um centavo a mais para resolver sem precisar recorrer à família ou aos amigos? Portanto, não se prive de novas experiências, mas também não gaste demais. O ideal é encontrar o equilíbrio.

E aí, gostou das nossas dicas para aproveitar o intercâmbio sem complicações? Então, compartilhe este post em suas redes sociais e divida essas informações com seus amigos.

Receba conteúdo em primeira mão!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This