Conheça 5 benefícios do intercâmbio em família para Austrália!

O conceito de viagem para estudos vem mudando com o passar do tempo. Hoje em dia, você pode pensar em fazer um intercâmbio em família para Austrália, sem que isso seja prejudicial ao seu aproveitamento do curso. Aliás, conciliar os estudos com uma viagem em família pode ser benéfico para todos os envolvidos.

Entretanto, há uma série de burocracias e preparativos que devem ser observados, afinal, a sua documentação e a do seu cônjuge devem estar em dia. Além disso, é necessário garantir escola para as crianças e estadia confortável para todos. Antes de começar a planejar, também é importante levar em conta a questão financeira, já que manter-se com a família toda no exterior demanda um investimento maior.

Se você, vez ou outra, já se viu pensando nessa possibilidade, mas acabou desistindo por conta de preços e burocracias, entenda que não há motivos para isso. Organizar-se para que tudo saia conforme o planejado é perfeitamente possível. Basta pesquisar e recorrer aos profissionais certos. Para você se inspirar, listamos abaixo 5 vantagens de embarcar com a família para estudar na Austrália.

1. Ambos os cônjuges podem estudar e trabalhar

O intercâmbio na Austrália demanda um visto de estudante. Isso é válido para você e seu cônjuge. Os filhos também precisarão do documento e, dependendo do tempo de estadia, do comprovante de matrícula em uma escola local de ensino convencional. Enquanto você realiza seu curso, o seu cônjuge tem a opção de permanecer apenas como seu dependente ou também fazer um curso de inglês de até 3 meses de duração.

Como dissemos, fazer intercâmbio em família certamente exigirá maiores investimentos. Todos os membros precisarão contar com OSHC (seguro-saúde governamental). Também haverá custos com a aplicação para o visto, acomodação e manter-se no país. Isso sem contar os investimentos em estudos, tanto para os pais quanto para os filhos. A boa notícia é que tanto você quanto o seu cônjuge poderão trabalhar por até 40 horas quinzenais, o que ajudará a cobrir esses custos.

2. Vocês terão mais privacidade na estadia

É claro que diferentes opções de acomodação estão disponíveis para todos os intercambistas. Um estudante que viaja sozinho pode optar por homestay, compartilhamento de apartamentos ou mesmo alugar um flat (a opção que garante maior privacidade). Entretanto, essa última pode também representar um investimento maior.

Quando se viaja em família, entretanto, o aluguel de apartamentos pode se tornar a alternativa mais vantajosa, já que, caso escolhesse outras modalidades, o valor seria baseado no número de pessoas. Além disso, o fato de o casal poder trabalhar no país ajuda a arcar com mais essa despesa: trata-se de uma dinâmica parecida com a de manter-se em um imóvel alugado aqui no Brasil.

Entretanto, é necessário ter cuidado na escolha do imóvel. Uma agência de intercâmbios poderá ajudar nessa questão. Na hora de optar, vocês podem escolher de acordo com a localização, levando sempre em conta o clima e a proximidade em relação ao local de trabalho e estudos dos pais, assim como da escola dos filhos.

3. Seus filhos conhecerão uma nova cultura

Crianças até 4 anos de idade não precisam estar matriculadas em escolas. Caso os pais precisem deixa-las em algum local enquanto trabalham e estudam, podem optar por uma creche (child care). A partir dos 5 anos, será necessário matriculá-las em uma escola convencional. Para isso, você precisará do comprovante de matrícula do seu curso, além do passaporte e histórico escolar das crianças.

Financeiramente falando, existe a vantagem de que será possível matricular seu filho em uma escola pública. O governo dos Estados da Austrália oferece essa opção, bastando que você entre em contato com o órgão do Estado escolhido. O fato de estudar na Austrália significa que os seus filhos terão a oportunidade de estudar e conviver com outras crianças de uma cultura diferente da sua. Tal fator fará toda a diferença em sua formação e poderá refletir até mesmo na vida profissional futura.

Se vocês preferem climas mais quentes, o período ideal para a viagem é de setembro a março. A maioria dos eventos culturais também acontece nesse período: Australia Day, Melbourne Cup, Fórmula 1, final do Campeonato Nacional de Rugby, Australian Open, entre outros. Tratam-se de mais oportunidades para mergulhar na cultura local.

4. Migrar em família pode ser mais fácil

Há pessoas que passam uma temporada de estudos na Austrália e acabam se apaixonando pelo país. O resultado? Não querem mais voltar ao Brasil. É claro que isso não acontece assim, de um momento para o outro, mas pode ser que você e sua família realmente se adaptem e desejem viver permanentemente na Austrália.

Nesse caso, as possibilidades de imigração são facilitadas para quem deseja fazê-lo em família. Resumindo: você terá mais chances de conseguir um visto definitivo para toda a sua família do que se estivesse tentando migrar sozinho.

5. Vocês mudarão juntos as suas visões de mundo

Provavelmente, você já ouviu falar que o intercâmbio é uma experiência única, na qual você aprende não somente uma língua estrangeira, mas também desenvolve uma nova visão de mundo. E isso não se dá somente pelo fato de ver-se sozinho em um país estrangeiro. É claro que, quando somos jovens, existe essa questão de aprender a resolver as coisas por si mesmos e conquistar a independência.

Na vida adulta, esse aspecto se torna secundário e cede lugar à capacidade de aceitação e tolerância. Esses últimos, podem ser desenvolvidos em uma viagem em família. E o melhor é que todos passarão juntos por essa transformação. O povo australiano é muito receptivo. Além disso, o país recebe estudantes e turistas do mundo todo, o que permitirá o convívio também com pessoas de outras partes do mundo.

Amizades podem ser construídas, a partir das crianças na escola, por exemplo, que criam vínculos que se estendem aos pais. Assim, você aprenderá a conviver com o diferente e achar isso benéfico e seus filhos passarão a dar valor a coisas que antes pareciam não ter importância.

Como se pode ver, um intercâmbio em família para Austrália tem tudo para mudar a vida de todos os envolvidos. Trata-se de uma alternativa válida para quem deseja incluir os entes queridos em uma experiência nova e única.

Contar com uma agência de intercâmbios para ajudá-lo nessa empreitada faz toda a diferença. Se este post aflorou ainda mais sua vontade de embarcar em família nessa aventura, entre em contato conosco e conheça nossos serviços.

 

Receba conteúdo em primeira mão!

Comments (2)

  1. Olá, boa noite. Fiquei maravilhada co. A opção de intercâmbio com a família. Gostaria de saber se essa modelidade existe no Canadá ou somente na Austrália.
    No aguardo,
    Bruna Dalvana

    1. Oi Bruna! Obrigado por acompanhar o nosso blog.
      Sim, é possível fazer intercâmbio em família no Canadá, porém as condições não são as mesmas da Austrália. Cada país tem suas regras.
      Eu sugiro você entrar em contato com uma de nossas agências e bater um papo com um de nossos especialistas para que ele possa te passar todas as informações.
      Para isso, basta preencher o formulário.
      Grande abraço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This