Custo de Vida na Irlanda

Custo de Vida na Irlanda
14 minutos para ler
Tudo o que você precisa saber sobre intercâmbio para IrlandaPowered by Rock Convert
Powered by Rock Convert

Mundialmente conhecida pela famosa festa em homenagem a São Patrício, o St. Patrick’s Day, a Irlanda é um lugar com paisagens de tirar o fôlego e que todos os anos atrai centenas de estudantes. Se você faz parte do grupo que escolheu a Ilha Esmeralda como destino, deve estar cheio de dúvidas. Qual cidade escolher? Qual a melhor escola? Homestay ou shared house?

Dentre todas as perguntas que surgem no momento do planejamento do seu intercâmbio, uma delas é a que gera mais dúvidas: quanto eu vou gastar para viver na Irlanda? De acordo com o Governo, o custo de vida na Irlanda médio mensal varia de € 500,00 a € 800,00 por mês (ou cerda de € 7.000,00 a € 11.000,00 por ano).

Para os estudantes que pretendem levar a família para a Irlanda existe um acréscimo de 50 a 60% ao mês para o cônjuge (€ 750,00 a € 1200,00 por mês). Já para casais com filhos, existe um custo adicional de 15 a 20% com base no custo mensal.

Para ajudá-lo a planejar o seu intercâmbio e colocar tudo na ponta do lápis, nós fizemos um levantamento com os gastos básicos para sobreviver bem na Irlanda. Assim, acompanhe a leitura para conferir!

Acomodação

Assim como outros destinos, como a Austrália e a Nova Zelândia, a Irlanda apresenta uma gama muito grande de acomodações para quem pretende fazer intercâmbio no país. Casas de família (homestay), acomodações compartilhadas (shared accommodations), albergues (backpackers) e apartamentos estudantis (student apartaments) são algumas das opções que o país oferece para agradar a todos os bolsos.

Escolher um alojamento que se adapte às suas necessidades é um dos principais fatores que deve ser considerado na hora de buscar por uma acomodação. Além do custo, que varia de acordo com o estado, cidade e o tipo de alojamento, o suporte dado pelo locatário, taxas de aluguel e a própria infraestrutura do imóvel, como a disponibilidade de eletrodomésticos e lavanderia, por exemplo, são imprescindíveis para a escolha da hospedagem perfeita.

É comum que no primeiro mês os estudantes fiquem em uma homestay, pela segurança que esse tipo de acomodação oferece. Com diversos benefícios, como quarto exclusivo, além de café da manhã e jantar incluídos, a homestay tem um custo semanal que varia de € 150 a € 200.

É habitual que, após o primeiro mês de acomodação, os estudantes migrem para uma shared accommodation, ou apartamento compartilhado, uma opção mais barata e atrativa, que oferece aos estudantes a opção de morar sozinho em um ambiente partilhado como outros intercambistas de diversas partes do mundo. O valor da shared accommodation é de cerca de € 400 mensais, dependendo da região escolhida.

Existem diversas formas de se encontrar uma acomodação compartilhada. Na própria escola, é comum os estudantes compartilharem opções de acomodação. Você também pode recorrer às redes sociais — por exemplo, nós da WEST 1 temos diversos grupos para compartilhamento de informações entre os estudantes com uma infinidade de opções de alojamento para os mais diversos perfis.

Contudo, diferente da homestay, a shared accommodation apresenta algumas particularidades, como é o caso do Depósito, taxa de cerca de um mês de aluguel, cobrada para cobrir o reparo de qualquer dano que o estudante cause à propriedade. Ao final do contrato, o valor pode ser devolvido, dependendo das condições que o estudante deixa o imóvel, total ou parcialmente.

O governo Irlandês aconselha aos estudantes que façam uma vistoria minuciosa no imóvel antes da locação, o que consiste em não apenas observar todos os detalhes, mas também verificar se existem problemas comuns.

Transporte

Utilizar o transporte público é com certeza a melhor maneira de viajar e conhecer a Irlanda! Com um serviço moderno e bem desenvolvido, todas as opções de transporte na ilha são terrestres, o que oferece aos estudantes a possibilidade de espreitar pelas janelas e conhecer as cidades, vilas, aldeias e, é claro, as deslumbrantes paisagens da ilha.

Opções como trens, bondes elétricos e ônibus são acessíveis e as bicicletas são um transporte muito comum entre os estudantes. Os custos com transporte variam de acordo com a região que o estudante percorre e o tipo de veículo. De qualquer forma, o custo médio mensal para estudante varia entre € 80,00 a € 120,00.

Você pode planejar a sua viagem e obter mais informações sobre os horários e opções de transporte no site: https://www.transportforireland.ie/

Outra forma de se locomover pela Irlanda é dirigindo. O país não tem nenhuma restrição específica para que os estudantes internacionais possam conduzir um veículo no continente, apenas que ele possua a carteira de habilitação válida.

A CNH não precisa estar traduzida e dá aos estudantes a possibilidade de dirigir por até 1 ano no país. Além do custo de compra ou aluguel de um carro, as despesas com combustível ficam em torno de € 1,30 (o litro da gasolina).

Em caso de dúvidas você pode consultar o Departamento de Trânsito Irlandês no site: http://www.dttas.ie/

Alimentação

Mundialmente conhecida pela Cerveja Guinness e pelo famoso Whiskey Jameson, a Irlanda tem uma culinária influenciada pelos “Ulster-Scots”, um grupo étnico do norte do país que tem entre seus ancestrais imigrantes escoceses e ingleses.

As águas geladas do norte do país proporcionam ótimos peixes e mariscos e os infindáveis gramados da ilha são comida farta para rebanhos leiteiros e cordeiros, matéria-prima que compõe o cardápio Irlandês que, entre os pratos mais famosos, oferece o Irish Breakfast, composto por bacon, salsichas, ovos fritos, white pudding (linguiça de porco) ou black pudding (chouriço), torradas e tomate frito.

Outro prato tradicional muito conhecido é o Irish Stew, ou stobhach gaelach, um guisado feito com carne de cabrito, batatas, alho poró, cenoura e aipo. Pratos tradicionais ingleses, como o clássico Fish and Chips, também são muito famosos no país.

Deliciosas opções para saborear a gastronomia não faltam para os amantes da cozinha. A cidade de Galway, por exemplo, recebe anualmente o festival “Galway Oyster and Seafood Festival”. Para quem gosta ou tem vontade de experimentar a carne de cordeiro a dica é o Roscommon Lamb Festival, evento realizado na cidade de Roscommon, ao norte da Ilha, a cerca de 1h45 de Dublin, que oferece a oportunidade de degustar o prato em uma grande variedade de combinações.

Um dos pães que é a alma dos irlandeses é o Soda Bread, um pão feito com bicarbonato de sódio que tem uma característica cruz no topo. Já ao norte da ilha, a especialidade são os bolos de aveia. Os estudantes também não podem deixar de experimentar o Waterford Blaa, um pão macio feito na cidade de Waterford, datado do século 17 e protegido como patrimônio histórico pela União Europeia.

Já o custo com alimentação básica no continente é de cerca de € 20,00 a € 40,00 por semana. Os preços apresentam pequenas variações de acordo com a região. Para quem precisa conter os gastos uma ótima opção, oferecida por grande parte dos supermercados, são os produtos “Home Brand”, marcas próprias com preços justos, como temos aqui no Brasil com as marcas do supermercado Dia, Qualitá (Rede Extra) etc.

Lavanderia

Viver sozinho já é um grande desafio, principalmente quando você está em outro país longe da família. No começo, cada novo dia é uma vitória — ter que arrumar o quarto todo dia, a primeira compra, o primeiro almoço que você mesmo cozinhou, mas e na hora de lavar a roupa? Fique tranquilo, pois é comum, tanto para as casas compartilhadas quanto para as homestay, que os locais ofereçam máquinas de lavar e secar a roupa.

Não é um serviço comumente utilizado, mas os estudantes também encontram a disposição lavanderias que, dependendo da quantidade de roupas e o que estudante irá lavar (roupas do dia a dia ou cobertores, por exemplo), os preços podem variar de € 10,00 a € 15,00 euros.

Saúde

Diferente de outros países, como a Austrália, o seguro na Irlanda não é obrigatório. Os tratamentos médicos Irlandeses, em alguns casos, podem ser caros, assim como em qualquer parte do mundo. Para que os estudantes internacionais possam ter um atendimento de qualidade, o governo Irlandês oferece um seguro saúde que é feito em parceria com as escolas.

O programa é válido apenas na Irlanda e funciona da seguinte forma: todas as vezes que o estudante precisa de um atendimento, seja emergencial ou uma consulta, ele precisa pagar uma taxa de € 100 euros. O excedente originário do procedimento é custeado pelo governo.

A taxa não inclui gastos com farmácia ou outros tipos de pagamento, por exemplo. O Seguro saúde governamental é válido por um período de oito meses (visto de estudo) e tem um custo que varia de € 100 a € 120 euros.

Entretenimento

A Irlanda é um país com uma vida noturna bem agitada, apesar do limite de horas que as casas de show e pubs podem ficar abertos, indo até 2 ou no máximo 3 horas da manhã. Por ser um país que recebe muitos estudantes, dos mais variados níveis e nacionalidades, tem diversas festas dedicadas a esse público e atrações culturais e musicais variadas durante todo o ano. Abaixo, vamos explorar um pouco mais essa questão. Entenda!

Festas

Em cidades como Dublin e Cork, boa parte das casas noturnas não cobram entrada, tendo a maior parte de seu lucro advindo da venda de bebidas. As festas que cobram ingresso não costuma passar dos 20 euros e os grandes festivais de música, como o Longitude Festival, têm entradas a um valor médio de 80 euros para pista. A diferença é que, em eventos como esse, você pode assistir a uma série de artistas renomados que dificilmente veria no Brasil, em um único dia de festa.

Na verdade, esses festivais têm duração de alguns dias e oferecem também a opção de comprar um ticket único para curtir a atração completa por um valor um pouco mais alto, mas que compensa devido ao número e qualidade das atrações. Festas certamente não são um problema na Irlanda e, se você souber se organizar, poderá aproveitar bem diversas delas.

Passeios

Para quem vai para Cork, existem belíssimas paisagens e pequenas cidades bem próximas em West Cork. Para quem está em Dublin, Waterford é uma ótima opção e que não está muito distante.

Com um misto de montanhas, natureza e sobretudo rios muito bem preservados que cortam todo o país, você pode conhecer diversas localidades que parecem ter saído de uma fotografia ou uma pintura. As passagens de ônibus não são caras e raramente passam dos 20 euros ida e volta para cada um desses pontos citados, fazendo com que você consiga se planejar para fazer excelentes passeios para conhecer as belezas da Irlanda.

Visitas aos museus

Desde antigos castelos espalhados por todo o país, até velhas prisões ou as tradicionais galerias de arte, são muitas as edificações que atuam como museus espalhados pela Irlanda. Em Cork, por exemplo, tem a Cork City Gaol, na qual o visitante faz uma viagem no tempo em um edifício que parece mais um castelo e que foi um presídio para homens e mulheres há mais de 100 anos.

A Crawford Art Gallery também é um excelente museu e centro de exposição de artes bem no coração de Cork. O prédio moderno e confortável recebe diversas exposições sobre a história da Irlanda e Europa, fotografias, pinturas e diversas atrações culturais.

Em Dublin, o destaque fica para o Irish Musuem of Modern Art (IMMA) que não fica no centro da cidade, mas tem uma arquitetura e acervo exuberantes de arte moderna, além de oferecer entrada gratuita aos visitantes. Certamente, uma excelente experiência de imersão cultural.

Contas básicas

Bom, é legal pensar nos passeios que você pode fazer estando na Irlanda, mas melhor ainda é ter os pés no chão e pôr na ponta do lápis quanto ficarão suas contas no país, concorda? Pois bem, por meio das informações abaixo você conseguirá discernir melhor isso. Confira!

Pagamento de contas de energia

Na Irlanda, o serviço de luz é privado, o que significa que os habitantes podem escolher por qual prestadora serão atendidos. A média de preço para contas de energia no país fica em torno dos 850 euros por ano que, obviamente, são divididos em bimestres pagos pelos moradores da casa.

Isso geralmente significa um acréscimo de 20 a 40 euros nas suas contas, não sendo o valor mais caro a ser pago em uma moradia, já que o aluguel é que costuma pesar mais.

Telefonia e internet

Geralmente, a homestay ou as acomodações compartilhadas oferecem para os estudantes acesso a internet (não gratuito, mas por um valor que é rateado com os outros estudantes ou moradores da casa) e tem um custo que pode variar de € 30 a € 85 mensais, dependendo da prestadora de serviço e do plano contratado.

Caso você queira contratar um plano de telefonia móvel, algumas operadoras têm oferecido pacotes muito atrativos com conexão 4G ilimitada, ligações gratuitas entre aparelhos da mesma empresa, além de créditos para outras.

Água

O uso de água na Irlanda é público e gratuito, já que a excelente preservação de seus mananciais e farta quantidade de chuva facilitam esse processo. Todavia, o serviço de levar esse bem às casas é cobrado e, por lei, não pode ultrapassar o valor máximo de 500 euros por ano — 250 pelo uso, mais uma taxa de 250 quando há desperdício.

Em média, o valor pago pela água mensalmente mal chega aos 20 euros para cada inquilino, sendo uma conta fácil de pagar.

Gás

O serviço de gás é fornecido por empresas privadas e quem vive na Irlanda pode escolher com qual companhia contar. Por essa razão, não muito diferente dos valores a serem pagos nas contas de energia, a média fica em 850 euros. A boa notícia é que você pode comparar isso tudo no site Bonkers e as empresas não dificultam muito na hora de negociar. Você pode conseguir descontos de 10% a 20% nesse valor se souber lidar bem com a situação.

Inclusive, dados organizados pela Comission for Regulation of Utilities (CRU) — entidade governamental responsável por estipular o preço dos serviços públicos — demonstra que por comodismo dos usuários, bilhões de euros foram desperdiçados pagando preços exorbitantes na última década.

Muita gente ainda não sabe que negociando e pleiteando valores com companhias concorrentes conseguem abaixar bastante suas contas de luz e pagar um valor mais justo por isso.

Coleta de lixo

Além de ter que separar o lixo e colocar em lixeiras diferentes e nas cores certas (verde para reciclável, marrom para biodegradável, preto ou cinza para não recicável), é preciso pagar pelo serviço de coleta que geralmente é escolhido pelo landlord (dono da casa). Além disso, as garrafas devem ser separadas em casa e depois levadas a um centro onde podem ser devidamente recicladas.

Cada coleta tem um valor diferente e ocorre semanalmente — a média para cada uma delas gira em torno de 5 euros já que algumas custam apenas 2 euros e outras chegam a 9 euros por coleta. Ao fim do mês, isso não dá mais que 20 euros de acréscimo nas contas gerais.

Como pôde ver, não é difícil entender quanto é o custo de vida na Irlanda e como funciona a dinâmica do estilo vida por lá. Com as informações certas, fica muito mais fácil você se preparar para chegar à Ilha Esmeralda bem informado e sabendo o quanto custará a sua estadia. Aproveite as informações que foram dadas para começar o seu planejamento com o pé direito e aproveitar tudo de melhor que esse excelente país pode oferecer.

Agora que conhece o custo de vida na Irlanda, não deixe de assinar a nossa newsletter. Temos o melhor conteúdo sobre intercâmbio para ajudar você ainda mais nessa empreitada!

    Receba dicas exclusivas para planejar o seu intercâmbio!

    Powered by Rock Convert
    Você também pode gostar

    Deixe um comentário