Intercâmbio em Sydney: tire as suas principais dúvidas sobre o assunto!

Intercâmbio em Sydney: tire as suas principais dúvidas sobre o assunto!

Ao se preparar para fazer um intercâmbio, é preciso se inteirar sobre assuntos importantes com os quais vai conviver no novo país. É importante saber um pouco da cultura na qual você vai mergulhar, a localização geográfica e suas influências no clima e na paisagem.

Mas também é fundamental ficar por dentro de questões práticas, tais como: qual é a moeda local, como fazer ligações, quais são os melhores locais para realizar suas refeições, qual meio de transporte utilizar etc.

E é sobre isso que falaremos neste post! Está pensando em realizar um intercâmbio em Sydney? Então, continue lendo e esclareça suas principais dúvidas para começar a planejar a sua experiência fora do Brasil. Confira!

Por que realizar um intercâmbio em Sydney?

Fazer um intercâmbio na Austrália com certeza é fascinante. Mas ao estudar em Sydney — o principal centro político, financeiro e cultural do país —, você conseguirá unir uma ótima qualidade de vida, com instituições de ensino renomadas, além de ter acesso à cultura e às inúmeras belezas naturais.

O ensino em Sydney é um dos melhores de toda a Austrália, com excelentes universidades, como a University of Sydney, que em 2015 foi eleita pelo Times Higher Education como a 60ª colocação de todo o mundo!

Além disso, o visto de estudante também dá permissão para trabalhar até 40 horas quinzenais, ou seja, é bem mais flexível do que em outros países procurados para intercâmbio. Isso compensa o custo de vida um pouco mais caro de Sydney.

Qual é a melhor época para começar?

Em relação ao clima, não se preocupe! É bastante parecido com o do Brasil: o sol brilha o ano todo, inclusive no inverno. A Austrália também está no Hemisfério Sul, por isso o ritmo das estações é semelhante ao nosso.

O ideal é começar seu intercâmbio numa estação de temperaturas mais amenas, como a primavera ou o outono — mas não existe época ruim. O calendário escolar também é semelhante ao nosso. Portanto, faça seu planejamento de acordo com sua disponibilidade.

Quais meios de transporte utilizar em Sydney?

Os cidadãos australianos preferem utilizar carro para ir e vir. No entanto, Sydney tem uma excelente rede de metrôs que levam desde o centro da cidade até os bairros periféricos.

Leve em conta que uma parte das despesas do seu intercâmbio se refere ao transporte utilizado, e que todos os meios são eficientes, mas cada um tem seu custo. Portanto, utilize o metrô sempre que puder, mas conte também com os ônibus e as balsas para alguns trajetos.

Onde comer na cidade?

Uma dica de economia com refeições que vale para qualquer lugar no mundo é: cozinhe em casa! O preço da comida em supermercados é muito mais baixo e você poderá cozinhar do seu jeito e com os temperos que quiser.

Cozinhar exige tempo, mas com organização é perfeitamente possível. Tenha como estímulo o fato de que mais da metade das suas despesas mensais durante o intercâmbio será com a alimentação.

Porém, se algum dia não der para cozinhar em casa, os restaurantes populares são uma ótima opção: é possível comer por cerca de AUD$ 10. Nesse preço, é provável que o prato não contenha carne. Portanto, se quiser comer carne fora de casa, saiba que será caro.

Outra opção saborosa e econômica, porém não muito saudável, são os fast-foods: a Austrália é a terra do Outback. Entretanto, existem outras redes de lanches rápidos em Sydney. Mas lembre-se de que essa é uma alternativa esporádica, e não deve ser sua rotina alimentar.



 

O que fazer durante seu intercâmbio em Sydney?

Os moradores de Sydney costumam se reunir ao ar livre para se divertir: fazem churrascos até na praia, caminhadas e passeios a pé etc. É muito comum também a prática de esportes, como o surf, o vôlei de praia, o ciclismo e até o rugby.

Se você escolheu a Austrália como destino, não pode voltar ao Brasil sem ter visto um canguru! Visite o zoológico Taronga, que fica à beira mar e lá você verá não só o animal símbolo do país, mas também coalas, tigres, leopardos e chimpanzés.

Uma visita ao Opera House, o cartão-postal da cidade, não pode faltar no seu roteiro. Assista aos shows musicais, apresentações artísticas e fique encantado! Também conheça o Royal Botanic Garden, ao lado do Opera House, com trilhas e passeios panorâmicos.

Para quem curte sair à noite, a vida noturna em Sydney é muito animada, com várias opções de casas noturnas e barzinhos. Conheça o Darling Harbour, uma área portuária que concentra bares, lanchonetes, cinemas e toda a animação da noite da cidade.

Tenha em mente que esse tipo de diversão custará mais do que os passeios ao ar livre e as visitas aos pontos turísticos. Então, faça um planejamento financeiro, sem comprometer as prioridades do seu intercâmbio e divirta-se!

Além de aproveitar para conhecer todos os encantos de Sydney, conheça também outras cidades da Austrália em passeios de fim de semana, por exemplo. Assim, você enriquecerá ainda mais o seu tempo fora.

Existem outras dicas úteis?

Na Austrália, existe um número único para a central de emergência: 000. Você será atendido e direcionado de acordo com a necessidade (incêndio, polícia, ambulância). Identifique-se de imediato e diga o que precisa.

Quanto ao fuso horário, Sydney está localizada na faixa -11 horas em relação a Greenwich. Ou seja, como Brasília tem fuso horário +3, Sydney está 14 horas à frente do nosso horário oficial.

A moeda oficial da Austrália é o Dólar Australiano (AUD). Para não perder dinheiro no câmbio, leve a moeda certa, evitando novas trocas e mais taxas e variações cambiais na conversão. Se possível, troque Reais por Dólares Australianos enquanto ainda estiver no Brasil.

A voltagem predominante no país é a 220/240 V. Portanto, leve apenas equipamentos que atendam essa voltagem. Mesmo assim, o padrão de tomadas é diferente do brasileiro, mas você poderá adquirir adaptadores.

Uma dica importante é que na Austrália os trabalhadores são muito bem-remunerados, por isso não é comum oferecer gorjeta por serviços prestados. Mas se você receber um atendimento excelente de um garçom, por exemplo, poderá oferecer em espécie a quantia equivalente a 10% do seu consumo.

E aí, sua vontade de fazer um intercâmbio em Sydney aumentou? Quer ficar por dentro de outros conteúdos interessantes para sua viagem? Então, curta a nossa página no Facebook e acompanhe todos os posts!

 

    Receba dicas exclusivas para planejar o seu intercâmbio!

    Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade e com os Termos de Uso

    0 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Este site utiliza Cookies e Tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência. Ao utilizar nosso site você concorda que está de acordo com a nossa Política de Privacidade.