9 coisas que NINGUÉM te conta sobre o intercâmbio

dificuldades do intercâmbio
9 minutos para ler
Powered by Rock Convert

Saber quais são as principais dificuldades do intercâmbio é fundamental para que você possa evitar qualquer dor de cabeça durante a sua viagem. Por isso, saber tudo sobre o país e a cidade para onde a gente vai, além da escola, custo de vida e vários outros aspectos relacionados à viagem são imprescindíveis durante o planejamento do seu intercâmbio.

Para te ajudar nessa etapa do planejamento do seu intercâmbio nós produzimos esse blog post com 9 coisas que ninguém te conta sobre o intercâmbio. Confira!  

1 – Planejamento Financeiro 

Hoje muito se fala sobre planejamento financeiro e no intercâmbio esse tópico é fundamental e não poderíamos começar esse texto de outra forma. Assim como no Brasil uma oportunidade de emprego não vai cair do céu logo que você chegar no destino que você escolheu. 

Com certeza começar a trabalhar durante o intercâmbio será incrível, pois irá colocar você em contato com nativos e pessoas de diversas partes do mundo e essa é uma das melhores formas de ajudar você a desenvolver o idioma, além é claro de estar ganhando na moeda local, mas ter uma reserva de emergência será essencial no começo do seu intercâmbio caso você não consiga um emprego tão rápido. 

2 – Convivência 

Uma das coisas que mais afeta alguns estudantes durante os primeiros meses do intercâmbio é a convivência. Geralmente durante o primeiro mês do seu intercâmbio você estará em uma Homestay ou residência estudantil e esses são dois modelos de acomodação nos quais você não terá a liberdade de escolher as pessoas que você irá conviver. 

Desta forma, estar aberto e preparado para conviver com pessoas de diferentes costumes e culturas irá ajudar bastante nesse período de adaptação. É importante entender que nem tudo será da forma como você imagina ou como você quer em alguns momentos, por isso ser flexível irá lhe ajudar muito na sua convivência e não afetará de forma negativa o seu intercâmbio. 

3 – Custo de Vida

O custo de vida é um tópico que sempre gera dúvidas nos estudantes. O fato é que ele costuma ser alto! Desta forma, mais uma vez é importante ressaltar a necessidade de você ter uma planejamento financeiro ou uma reserva de emergência para os primeiros meses do seu intercâmbio. 

Com certeza, será importante definir um orçamento mensal. Nesse sentido o maior gasto que você terá no seu intercâmbio é com o aluguel. Você também poderá economizar com alimentação comprando as “Home Brands”, que são as marcas próprias dos mercados. 

A boa notícia é que assim que você começa a trabalhar e receber na moeda local, será um pouco mais tranquilo se manter com uma vida simples, na qual você conseguirá pagar seu aluguel, fazer as compras de mercado da semana, pagar seus custos fixos e ainda economizar para poder se divertir um pouco em um pub, na balada ou em pequenos passeios nos finais de semana com os amigos.

4 – Adaptação

Pode parecer clichê dizer isso, mas quando você chegar no destino do seu intercâmbio você estará entrando em um mundo totalmente novo. Os prédios terão uma arquitetura diferente, em alguns lugares até o sentido das ruas muda! 

São hábitos culturais, comida e uma língua totalmente diferente da sua, por isso tenha em mente que você poderá ter alguma dificuldade de adaptação na fase inicial da sua viagem de estudos. Com toda a dificuldade de comunicação que pode surgir é normal que você sinta insegurança ou frustração, por isso alinhar as suas expectativas antes de embarcar para essa jornada irá ajudar a tornar as coisas mais leves

Aqui uma dica é sempre se lembrar que serão muitos dias ruins, mas que com paciência e tranquilidade você sempre irá superar esses desafios e terá incontáveis dias maravilhosos! Tenha em mente que são exatamente esses desafios que irão ajudar você a evoluir a cada dia durante o seu intercâmbio. 

5 – Mão Inglesa

Uma das coisas que confunde os estudantes que optam por fazer um intercâmbio em países como a Austrália, Irlanda e Nova Zelândia é a temida mão inglesa

Na prática, todo o tráfego, seja de carro ou até mesmo dos pedestres, muda para o lado esquerdo! É bem comum você se assustar ao imaginar que um cachorro ou uma criança está dirigindo, mas em pouco tempo você irá se acostumar e encarar isso de forma mais natural

Só é importante lembrar que como mencionamos acima a mudança também é válida para pedestres, por isso fique atento quando estiver andando pelas ruas ou até mesmo parado em uma escada rolante, para se manter do lado esquerdo. Você não vai tomar uma multa caso não faça isso, mas as pessoas podem te achar mal educado e te chamar a atenção por estar “atrapalhando o fluxo”.

Contato Agências Intercâmbio WEST 1Powered by Rock Convert

6 – Saudade do Brasil

Como dizia aquela música do poeta Vinícius de Moraes: “E por falar em saudade…”! Não poderíamos deixar de falar sobre esse que é um dos sentimentos mais presentes na vida dos intercambistas. 

Em algum momento ou outro do seu intercâmbio a saudade de casa, a falta dos amigos, da família e daquela comidinha especial de domingo pode apertar. A boa notícia é que você poderá matar um pouco dessa saudade em restaurantes e lojas brasileiras que estão presentes em todas as grandes cidade que são destinos de intercâmbio. 

O importante é não deixar essa saudade do nosso país te entristecer ou atrapalhar o seu intercâmbio, afinal de contas, foi uma escolha sua viver essa experiência no exterior e ela deve ser vivida da melhor forma possível. Esteja sempre aberto às novidades e aproveite o que está ao seu redor.

7 – Fluência no Inglês

Uma coisa é importante ter em mente quando você embarca para o seu intercâmbio é que a não ser que você já tenha um nível de inglês avançado ou se exponha e se dedique ao máximo ao estudo da língua, você não ficará fluente no inglês em cinco ou seis meses de intercâmbio. 

A fluência em qualquer que seja a língua depende principalmente da dedicação, prática e da utilização da linguagem no seu dia a dia convivendo com nativos e com a cultura local. Além disso, cada pessoa precisa de um tempo próprio para o aprendizado, e para que você tenha bons resultados é importante que conheça a forma com a qual você aprende melhor e respeite o seu próprio tempo. 

Caso sinta a necessidade de permanecer por mais tempo no país, você tem a possibilidade de estender o seu visto de estudante e se matricular em um novo curso para aprimorar ainda mais a língua ou até mesmo investir numa nova formação acadêmica ou especialização. 

8 – Intercâmbio não é terapia

Um intercâmbio fará com que você coloque em perspectiva diversos aspectos da sua vida e irá trazer uma evolução pessoal imensa. Todavia, é importante ressaltar que fazer uma viagem de estudos e morar em outro país não irá curar questões e problemas que você carrega com você, apenas por ter mudado de país. 

Por isso, é importante que você saiba que um intercâmbio não é uma terapia, pois caso tenha algum conflito que você sinta que precisa resolver, busque o auxílio de um profissional. Muitos deles inclusive oferecem suporte via Skype ou através de outros meios e podem oferecer todo o suporte emocional que você precisa. 

9 – Acesso a cultura e entretenimento

E para finalizar esse blog post não podíamos deixar de te contar essa que é uma notícia incrível! É muito comum em diversos lugares fora do Brasil os museus e galerias possuírem um dia gratuito para que você possa visitar e conhecer as exposições. 

Geralmente os museus têm exposições do acervo gratuitas e algumas temporárias que são pagas. Essa é uma excelente oportunidade para que você conheça mais da cultura e história do local que está morando além de ser uma ótima forma de trocar experiências

Gostou das dicas que nós separamos para você nesse blog post? A nossa forma é deixar bem claro algumas das dificuldades que você pode encontrar durante o seu intercâmbio para que esteja preparado e possa ter uma experiência incrível! 

Você também sempre poderá contar com o suporte local de um dos consultores WEST 1 que darão a você todo o suporte necessário em todas as etapas para a realização do seu sonho. Por isso, se você ficou com alguma dúvida ou quer iniciar o planejamento do seu intercâmbio não deixa de falar com um dos nossos consultores através da nossa página de contato

Será um grande prazer poder ajudar você a tirar todas as suas dúvidas e a planejar o seu intercâmbio. Não esqueça de se inscrever logo abaixo na nossa newsletter para receber mais textos como esse diretamente no seu e-mail. 

Receba dicas exclusivas para planejar o seu intercâmbio!

Powered by Rock Convert
Você também pode gostar

Deixe um comentário