Como são os relacionamentos no exterior? Confira aqui!

7 minutos para ler
Powered by Rock Convert

Muitos jovens que vão fazer um intercâmbio se perguntam como são os relacionamentos no exterior, principalmente por causa das diferenças culturais. Afinal, quando o assunto é namoro, os costumes geralmente mudam de país para país.

Começar uma relação com um estrangeiro pode ser um desafio se você não conhece os hábitos. Contudo, se estiver planejando a sua viagem internacional, não se preocupe! A seguir, explicaremos como são os relacionamentos no exterior, como seus costumes, aplicativos utilizados e, inclusive, as datas comemorativas importantes nos países mais escolhidos pelos brasileiros. Acompanhe!

1. Irlanda

A ilha recheada de paisagens naturais é um dos principais destinos de jovens que realizam um intercâmbio. Os irlandeses são conhecidos como um povo prestativo, mas você sabe como é se relacionar com eles?

Apesar de educados e solícitos com terceiros, os nativos da Ilha Esmeralda geralmente são tímidos e demoram mais que os brasileiros para tomar uma iniciativa quando se trata de iniciar uma relação. Começar relacionamentos no exterior nem sempre é fácil, mas é uma experiência que pode levar você a conhecer pessoas incríveis!

Convide o nativo para fazer algo que ele goste. Um primeiro encontro, para ele, normalmente tem que ser divertido e tranquilo, como ir ao cinema ou passear pela cidade. Dessa maneira, o casal pode conversar e se conhecer melhor.

Você deve se lembrar que a cultura de cada país é bem diferente, então o estrangeiro não vai agir como uma pessoa criada no Brasil. Ele pode levar mais tempo nos encontros para demonstrar, por exemplo, que quer algo a mais com você. Além disso, irlandeses são pontuais, portanto, lembre-se de não chegar atrasado aos compromissos marcados.

Os aplicativos de relacionamento são bastante utilizados na Irlanda e alguns fazem mais sucesso do que outros por lá. O Tinder, assim como em boa parte do mundo, é o mais usado pelos nativos da ilha que querem encontrar um parceiro. Outra opção é o Bumble, que tem certas diferenças em relação ao Tinder.

No Bumble, são as mulheres que decidem se vão ou não falar com quem deu o match. Se a conversa não for iniciada em até 24 horas, o aplicativo desfaz a ligação entre ambos. Na hipótese de um diálogo entre pessoas do mesmo sexo, uma delas deve iniciar a conversa nesse período.

Assim como em outros países, a Irlanda tem vários feriados, sendo o mais importante o St. Patrick’s Day, no dia 17 de março, que presta homenagem ao padroeiro do país. Outro dia bastante celebrado é o Valentine’s Day, em 14 de fevereiro. No dia, comemora-se o amor principalmente entre casais, porém, ele também é festejado entre amigos e familiares.

2. Austrália

A Austrália é muito escolhida por quem deseja — além de estudar — conhecer as praias, ondas e paisagens do país. O clima é semelhante ao do Brasil e os australianos, em geral, são tranquilos e bem-humorados. Contudo, na hora de se relacionar com outra pessoa, eles tendem a ser cautelosos.

Isso porque eles preferem conversar e até mesmo convidar a paquera para passear com a turma, antes de sair a sós. Os australianos gostam de tempo e espaço para decidir sobre uma relação. Então, nos primeiros encontros gostam de fazer algo mais casual, como ir a um café ou ao cinema.

No maior país da Oceania, são usados aplicativos de paquera, como o Tinder, o Bumble e o Happn. Entretanto, os australianos normalmente preferem conhecer alguém do modo tradicional, como na escola, no trabalho ou em um passeio. Lá, há o estigma de que quem utiliza essas plataformas não quer nada sério.

Os nativos fazem uma verdadeira festa no dia 26 de janeiro, o Australian Day. A tradição é fazer um barbecue com toda a família em parques para celebrar o momento. A Austrália também comemora o Valentine’s Day e seus habitantes têm o hábito de enviar cartões e flores para os amados.

Contato Agências Intercâmbio WEST 1Powered by Rock Convert

3. Nova Zelândia

A vizinha da Austrália é habitada por um povo bastante simpático e hospitaleiro, mas os neozelandeses costumam ser igualmente reservados sobre suas vidas pessoais. Mesmo quem vai iniciar uma conversa com um nativo, sem mesmo existir interesse amoroso, deve ter prudência na hora de começar a falar.

Isso porque os brasileiros, frequentemente, fazem várias perguntas e não veem problemas nisso. Já os neozelandeses não gostam muito de responder perguntas pessoais, especialmente se acabaram de conhecer quem os questionou. Eles são quietos e demoram mais para tomar uma iniciativa.

Caso você chame um nativo para sair e ele não aceite, não significa que não existe interesse da parte dele. Talvez ele ou ela acredite que ainda é muito cedo para isso. Se estiverem se conhecendo, os neozelandeses gostam de sair para jantar ou almoçar algumas vezes, antes de engatar um relacionamento.

O Tinder e outras plataformas de encontro são usadas no país, mas os usuários devem estar cientes que há todo o tipo de pessoa nesses aplicativos. Então, você pode passar por experiências boas e outras ruins. O mais importante é ter cuidado e cautela na utilização.

O povo da Nova Zelândia também comemora o Valentine’s Day, mas além desse e de outras datas celebradas no mundo todo, o país tem feriados tradicionais relacionados aos primeiros habitantes da ilha, como o Waitangi Day. Este acontece no dia 6 de fevereiro e serve para relembrar a população do “Acordo de Waitangi” entre a coroa britânica e os maoris, nativos da região.

4. Canadá

O Canadá é um país mundialmente conhecido por sua receptividade com os estrangeiros. Realmente, os canadenses são bem-educados e amigáveis, no entanto, assim como os neozelandeses, são mais reservados. Por isso, quando estão conhecendo alguém, conversam sobre amenidades, observam como é o relacionamento e demoram um pouco para manifestar interesse.

Normalmente, eles gostam de ir a um bar ou fazer um passeio tranquilo nos primeiros encontros para que possam conhecer melhor a outra pessoa. Duas curiosidades sobre eles: têm a cultura de dividir a conta de um jantar e não têm o hábito de demonstrar afeto em público.

Sabendo disso, caso saia com um ou uma canadense, é bacana se oferecer para pagar metade da conta. Além disso, não vale ficar chateado se a pessoa não for chegada em beijos e abraços na rua. Não significa que ela não gosta de você, é apenas um traço de personalidade dos nativos.

Os canadenses usam aplicativos, como o Tinder, porém preferem se conhecer na escola ou por amigos em comum. No país, também há a consciência de que nas plataformas pode-se encontrar todo tipo de gente, desde quem não quer nada sério até aqueles que desejam algo mais significativo.

O Thanksgiving e o Canada Day são uns dos principais feriados celebrados pela população canadense. O primeiro é o dia de ação de graças e o segundo é o dia de aniversário do Canadá, em que são feitas diversas atividades pelo país. Além desses, os nativos também comemoram o Valentine’s Day.

Essas são algumas características sobre relacionamentos no exterior. Vale a pena, ainda, pesquisar mais curiosidades sobre o país de sua escolha antes do intercâmbio, para auxiliar na adaptação no novo território.

Tem alguma dúvida ou alguma história para contar sobre relacionamentos no exterior? Deixe um comentário!

Receba dicas exclusivas para planejar o seu intercâmbio!

Você também pode gostar

Deixe um comentário