9 passos para você fazer um intercâmbio no exterior

Intercambio no Exterior
7 minutos para ler
Powered by Rock Convert

Conhecer um novo país, uma nova cultura e aprender um novo idioma são algumas das coisas que um intercâmbio no exterior pode te proporcionar. Mas, por onde começar? Essa é uma dúvida muito comum entre os estudantes e pensando nisso nós criamos esse guia com 9 passos para você realizar o seu intercâmbio da melhor forma possível, com segurança e um bom planejamento

1 – Objetivo Principal 

Antes de iniciar o planejamento da sua viagem de estudos um passo fundamental é entender qual é o meu objetivo. Saber o que você espera alcançar é absolutamente relevante. Tenha isso claro, escreva, reflita sobre, pois isso irá ajudar você a manter o foco

O seu objetivo, por exemplo, pode ser o de aprender uma nova língua, ou mergulhar na cultura local, conhecer um país diferente, fazer um curso que complemente profissão, trabalhar em outros países, curtir as férias, viajar por um ano e por aí vai.

Os objetivos são muito individuais e irão variar muito de pessoa para pessoa, mas é fundamental que você tenha clareza no seu propósito antes de seguir para o próximo passo. 

2 – Duração

Quando você entende o que você espera da sua viagem de estudos e qual é o seu objetivo será mais fácil descobrir qual é a duração ideal do seu intercâmbio. Por exemplo, se é um intercâmbio de férias você terá entre duas a quatro semanas disponíveis, ou três meses de uma licença, que pode chegar a um ano se o caso for período sabático, enfim, são várias as possibilidades.

Dependendo do período que tiver disponível, um destino pode ser mais interessante que o outro, um curso pode ser mais vantajoso e etc. É a partir da duração que você vai definir vários aspectos da sua jornada no exterior

3 – Valor que vai investir

Ter na ponta do lápis tudo o que você vai gastar durante o seu intercâmbio é fundamental para evitar imprevistos. Dependendo do orçamento que você tem disponível um destino pode se tornar mais atrativo que o outro uma vez que alguns países serão mais acessíveis em função da moeda local. 

Saber o custo de vida no país irá ajudar bastante a ter uma ideia do quanto você quer ou pode investir, para que consiga escolher as melhores opções e moldar o seu pacote de intercâmbio de forma que caiba no seu bolso e esteja de acordo com as suas possibilidades financeiras.

Vale lembrar que existem diversas formas de pagamento que podem facilitar a sua vida na hora de definir e fechar o seu pacote de intercâmbio.

4 – Agência 

Contar com a experiência de uma agência no planejamento do seu intercâmbio irá facilitar bastante todo o processo. Um consultor educacional, além de ajudar você com os tópicos que discutimos acima, irá auxiliar com dúvidas mais específicas como qual o melhor curso, escola, tipo de visto, seguro saúde, acomodação e todos os serviços envolvidos em um intercâmbio.

Já que tocamos nesse assunto é importante aproveitarmos para desmistificar um grande mito! Os valores dos cursos são exatamente os mesmo se contratados através de uma agência ou diretamente com uma escola.

A única diferença aqui é que ao optar por planejar o seu intercâmbio com uma agência você irá contar com o suporte de um profissional do início do planejamento até o final do seu intercâmbio. Portanto, acaba sendo muito mais vantajoso realizar todo o processo através de uma agência

5 – Destino

Baseado no seu objetivo, o período de estudos e o seu orçamento, um consultor educacional irá ajudar você a dar o próximo passo para a realização do seu intercâmbio que é a escolha do destino ideal de acordo com o seu perfil. 

Contato Agências Intercâmbio WEST 1Powered by Rock Convert

Nesse momento outras informações são muito relevantes como por exemplo: sua preferência climática e estilo de vida. Isso será fundamental para escolher não só um país, mas também a cidade que mais combinam com o que você está buscando.

6 – Curso

É na escolha do curso que o seu objetivo se faz mais presente. Existem um mundo de possibilidades. Mesmo que você já saiba que quer fazer um curso de inglês, por exemplo, existem diversos tipos disponíveis como: Inglês para uso Geral, Inglês para Negócios, Inglês para fins acadêmicos, e por aí vai. 

Além disso, ainda existem os cursos técnicos ou universitários, os preparatórios para testes de proficiência na língua como IELTS e Cambridge. 

7 – Instituição de ensino

Com o curso definido, é hora de escolher a instituição de ensino em que você vai estudar. As opções podem variar bastante conforme o curso e cidade que você escolheu. Aqui, vale criar uma lista com todas as escolas para visualizar melhor a infraestrutura de cada instituição

Vale ressaltar que a opção mais barata pode não ser a melhor, dependendo dos seus objetivos de estudos. Um consultor educacional poderá ajudar você com o processo de matrícula das escolas, com toda a documentação exigida e a analisar qualidade do ensino e à infraestrutura de cada instituição.

8 – Passagens aéreas, Acomodação e Seguro Saúde

Depois de escolhido o destino, a escola e o curso é a hora de pensar nas passagens áreas, que você deve comprar baseado na data que já definiu para início das suas aulas. 

Outro ponto importante nos preparativos do intercâmbio é a aquisição do seguro saúde ou seguro viagem. Em alguns destinos, o seguro saúde é governamental e obrigatório, mas mesmo que não seja é recomendado que você contrate um seguro viagem privado para o seu período de intercâmbio, pois caso algum imprevisto de saúde aconteça os custos com tratamento médico e atendimento de emergência podem ser bastante elevados.

Outro aspecto importante a ser definido é a acomodação, pois é onde você vai morar no início do intercâmbio, e isso vai influenciar diretamente na sua experiência como um todo. Geralmente durante o primeiro mês é comum que os estudantes fiquem em uma Homestay até se adaptar ao local. Após essa adaptação os estudantes optam por um apartamento compartilhado

9 – Documentação e Visto

Uma das últimas etapas dos preparativos para o intercâmbio é reunir a documentação necessária para obter o visto para o país escolhido, caso isso seja necessário, pois para alguns países você obtém o visto ao entrar no país e de forma bem simples.

A documentação para aplicação do visto pode variar conforme o destino, o tipo de curso e a duração do seu intercâmbio. É importante ressaltar que a análise de toda a documentação apresentada e a concessão ou não do visto é feita pela imigração do país para o qual você quer ir. Portanto, nem as escolas e nem as agências de intercâmbio podem influenciar nesse processo. 

Ao seguir esses passos que listamos acima você poderá planejar a sua viagem com muito mais confiança e tirar melhor proveito de todas as descobertas que esse período incrível irá proporcionar a você! Para você se informar ainda mais nós separamos abaixo esse vídeo que a WEST 1 TV preparou sobre o assunto: 

Gostou das nossas dicas? Então não deixe de compartilhar com aquele amigo que também está querendo fazer um intercâmbio no exterior. Se vocês quiserem tirar esse sonho do papel, saiba que sempre podem contar com o total suporte de uma dos especialistas WEST 1. Não deixa de conversar com um dos nossos consultores!! Será um grande prazer ajudar você a realizar esse sonho. 

Inscreva-se logo abaixo na nossa newsletter para receber mais textos como este diretamente no seu e-mail. 

    Receba dicas exclusivas para planejar o seu intercâmbio!

    Powered by Rock Convert
    Você também pode gostar

    Deixe um comentário