5 oportunidades que surgem depois de um intercâmbio
Guia de Planejamento IntercâmbioPowered by Rock Convert

O intercâmbio é uma oportunidade única do início ao fim. Já na preparação, é preciso lidar com responsabilidades como economia de grana, correr atrás dos documentos necessários, além de definir questões como moradia e estudos. Durante, é preciso lidar com situações diversas ligadas ao intercâmbio em si e ao dia a dia. Após a volta, é hora de lidar com oportunidade depois do intercâmbio.

Isso mesmo: embarcar para uma temporada fora do país é uma maneira de abrir várias portas ao retornar para o Brasil — ou até mesmo, quem sabe, dar uma esticada na estada lá fora. Mas você sabe mesmo que oportunidades são essas? Conhecê-las pode ser o empurrãozinho que você precisava para decidir investir de vez nessa aventura. Então, continue lendo este post e confira 5 delas!

1. Oportunidades de trabalho

Ter um intercâmbio no currículo é um importante fator considerado pelo mercado de trabalho como um todo. Isso se explica principalmente pelas possibilidades que essa experiência proporciona ao indivíduo, tanto no âmbito pessoal quanto no profissional (algumas delas, inclusive, você confere acompanhando este post).

Por isso, passar um tempo estudando ou trabalhando em outro país é fundamental. Sua valorização no currículo está diretamente relacionada ao fato de demonstrar que se é capaz não apenas de criar coisas novas e de se adaptar a diferentes situações, como também de ter grandes chances de fazer networking.

Em uma dessas oportunidades, é possível participar de eventos, conhecer pessoas influentes em áreas de interesse e ainda receber propostas de trabalho no país de intercâmbio ou até mesmo em outros. Sendo assim, um intercâmbio é significado de aprendizado constante, mesmo depois de finalizado.

2. Facilidade de socialização

O intercâmbio é também uma oportunidade de incrementar seu poder de socialização. Isso se reflete não apenas durante a experiência, mas principalmente depois dela. Conviver com pessoas de outras culturas o torna capaz de ser mais empático, além de aumentar o desejo e a habilidade de se comunicar.

Sendo assim, é fácil perceber que essa nova expertise é capaz de abrir novos caminhos. Além do já citado networking, proporciona a possibilidade de se tornar mais apto a frequentar lugares novos, a fazer amigos e também a se destacar no ambiente de estudos — e, quando for o caso, de trabalho.

3. Ampliação de interesses

Normalmente, quem embarca em um intercâmbio já tem um interesse em mente. Ou, ainda, caso não tenha, está em busca de um. Por isso, essa é uma chance de encontrar-se pessoalmente e profissionalmente. Nesse sentido, mesmo quem já tinha algo em mente antes do intercâmbio pode, também, conhecer outra área de interesse ou de conhecimento e desejar se aprofundar naquilo.

Por exemplo: é possível ir para outro país, como a Austrália, tendo em mente os estudos e o trabalho como publicitário. No entanto, naquele país, são imensas as oportunidades no âmbito empresarial. Então, por que não investir nesse campo e abrir horizontes em áreas nunca antes imaginadas para si? Há algo melhor do que conciliar os dois interesses? Afinal, nem sempre uma escolha deve excluir a outra.

Isso é válido não apenas para quem está iniciando uma carreira, uma vez que é possível, sim, fazer intercâmbio depois de mais velho. E, mais do que isso: essa é uma oportunidade também para aqueles que já estão consolidados no mercado de trabalho de encontrarem novos caminhos profissionais!

Além disso, o intercâmbio abre oportunidades no sentido de viajar mais. Depois de uma aventura como essa, a tendência é querer desbravar outros lugares. Assim, é comum que se fique mais atento a outras possibilidades de conhecer novos lugares e, quem sabe, morar neles também.

4. Noções de responsabilidade

No intercâmbio, é preciso cuidar de diversas questões, conforme mencionado. São responsabilidades como cuidar de casa, planejar o orçamento e até mesmo manter a produtividade, seja nos estudos, seja na atividade profissional.

Ainda que todas essas tarefas sejam comuns à vida adulta, em outro país elas têm a especificidade de serem feitas na maioria das vezes de forma ainda mais autônoma, inserido em outro contexto e em outra cultura — mesmo que tudo isso não exclua a possibilidade de auxílio de uma agência para situações mais abrangentes.

Nesse sentido, se apresentam como chances de aprendizado e se tornam uma oportunidade depois do intercâmbio. Isso porque se adquire senso de responsabilidade com a vida como um todo, tendo em vista o aumento da capacidade de resolução de problemas.

Isso se reflete de maneira bastante positiva na condução da vida pessoal, nas tarefas do trabalho e até mesmo no relacionamento com as pessoas. Essa é, assim, uma característica adquirida durante essa experiência e que se pode carregar para toda a vida.

5. Evolução no idioma

Morar em outro país é, na maioria das vezes, conviver com outro idioma todos os dias, desde a hora em que se acorda até o momento de dormir. Trata-se de uma imersão que possibilita evoluir muito na nova língua, independentemente do tempo de duração do intercâmbio.

Sendo assim, potencializa-se o aprendizado e a velocidade de se familiarizar com aquele idioma. Torna o indivíduo mais capaz de se comunicar em uma língua que não é a dele, sabendo se relacionar e resolver problemas, dos mais simples aos mais complicados.

Mais do que isso, essa também é uma oportunidade depois do intercâmbio. Desse modo, é possível alcançar importantes posições no mercado de trabalho, já que grande parte delas requer conhecimento aprofundado de outras línguas, principalmente do inglês.

A depender do nível de interesse e da dedicação nos estudos, uma alternativa também é começar a ensinar a língua para outras pessoas ao retornar para o país de origem. Aqui, também se aplica o fato de ser possível uma colocação no mercado, nesse caso, de aulas de idiomas.

Como se pôde perceber, o que não falta é oportunidade depois do intercâmbio. Como se não bastasse o mundo de descobertas que ele possibilita, seus benefícios se refletem, inclusive, posteriormente à experiência. Por isso, ao definir por fazer um, não deixe de considerar todos esses pontos!

E, depois de conhecer tantas possibilidades, o que está faltando para você embarcar nessa aventura? Entre em contato conosco para que possamos ajudar você a se planejar e a fazer esse sonho se tornar realidade!

 

Receba conteúdo em primeira mão!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This