Os 4 destinos de intercâmbio mais comuns entre brasileiros

6 minutos para ler
Powered by Rock Convert

A escolha por fazer um intercâmbio sempre vem acompanhada de uma série de objetivos. Entre eles estão aprender ou aprimorar um novo idioma, conhecer outros países, ter contato com diferentes culturas, estudar e/ou trabalhar em áreas de interesse etc.

No entanto, uma importante decisão também são os destinos de intercâmbio, já que será esse o lar do intercambista por meses ou até mesmo por alguns anos. A escolha pode estar baseada em desejo, identidade com o lugar definido ou em suas similaridades e diferenças entre o destino e o país de origem.

Se você está nessa fase de planejamento do seu intercâmbio, não deixe de ler este post para conferir os 4 destinos mais comuns entre os brasileiros!

1. Austrália

Nos últimos anos, tem crescido a quantidade de brasileiros que buscam na Austrália uma oportunidade de fazer um intercâmbio. Entre 2015 e 2016, mais de 11 mil estudantes nascidos no Brasil se matricularam em cursos nas instituições australianas. Isso, considerando apenas os intercâmbios para fins acadêmicos.

Quando considerados números sobre trabalho, a quantidade tende a aumentar. Entre os motivos para isso estão: estudos em graduação ou pós-graduação, fuga dos problemas brasileiros, procura de melhores oportunidades, estudo da língua inglesa ou busca por experiência internacional.

O país australiano tem sido um importante atrativo para brasileiros, principalmente porque oferece oportunidades não só de estudos e de trabalho (podendo conciliar ambos), como também de ter contato com diversas culturas, já que a Austrália recebe vários imigrantes e intercambistas todos os anos. Para se ter uma ideia, 30% de sua população nasceu em país diferente do australiano.

Além disso, mesmo sendo do outro lado do planeta, é mais fácil que um brasileiro se sinta em casa por lá. A Austrália conta com paisagens belíssimas, e tem como fatores de identidade com o Brasil características como o clima, diversidade de fauna e flora e boa receptividade por parte dos nativos.

Algumas das cidades mais procuradas são:

2. Nova Zelândia

Também na Oceania e logo ali do lado da Austrália, a Nova Zelândia atrai muitos intercambistas brasileiros. Em 2013, a estimativa era de que, entre permanentes e visitantes prolongados (aqui, se incluem os de intercâmbio), 6 a 7 mil tupiniquins vivessem no país estrangeiro. Atualmente, a tendência é de que essa quantidade tenha aumentado, já que programas neozelandeses colaboram para a atração de imigrantes e intercambistas.

Além de tais programas, outros incentivos são as oportunidades de estudos, trabalho e paisagens, ao mesmo tempo, contraditórias e belíssimas. Isso porque enquanto algumas regiões contam com praias paradisíacas, outras têm montanhas cobertas de gelo, ou ainda a mistura de ambas. São visões de tirar o fôlego!

Não é à toa que o país tem nada mais nada menos do que três patrimônios históricos reconhecidos pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO). São eles: Tongarido National Park (no centro da Ilha Norte), Te Wahipounamu (no sudoeste) e Subantarctic Islands (a sudeste da Ilha Sul).

Apesar de contar com invernos normalmente mais rigorosos do que os da Austrália, o país neozelandês apresenta verões semelhantes ao brasileiro e, por isso, é visado por esse público. Além disso, a qualidade de vida é excelente, de baixo custo, com ótima infraestrutura urbana, como o transporte e saneamento.

Entre as melhores cidades, estão:

Contato Agências Intercâmbio WEST 1Powered by Rock Convert

3. Irlanda

No continente europeu, a Irlanda também é bastante procurada para quem quer morar fora do Brasil. Segundo o censo de 2016, naquele ano eram cerca de 15 mil brasileiros no país que tinham a língua oficial o inglês.

Os principais fatores que atraem intercambistas e permanentes em terras irlandesas são o baixo custo de vida, a vida noturna agitada, a convivência com pessoas de várias nacionalidades e, ainda, a facilidade de viajar e conhecer outros países da Europa. Há ainda diversas paisagens exóticas e exuberantes!

Tudo isso sem falar das oportunidades de estudos de elevado padrão de ensino (sede de seis das melhores universidades europeias), e trabalho que a Irlanda oferece para os estrangeiros.

E vale destacar uma curiosidade: a Dublin, a capital irlandensa, foi considerada a oitava cidade mais simpática do mundo e, em 2018, o país como um todo, o mais amigável. Dessa maneira, por lá, a receptividade a quem vem de fora é ótima, sendo esse um motivo a mais para se sentir em casa.

Confira as cidades mais procuradas:

4. Canadá

Considerado o segundo maior país do mundo em extensão há 13 anos consecutivos, o Canadá está no primeiro lugar do ranking de destinos de intercâmbio escolhidos por brasileiros. Entre 2013 e 2018, em torno de 8.500 brasileiros com idades entre 20 e 40 anos foram morar nesse país. E a tendência é de que esses números aumentem, indo de encontro ao que outros países têm definido em termos de imigração.

Seus principais atrativos são a segurança, custo de vida acessível, investimentos do governo local em educação, boa qualidade de vida e, também, aos idiomas oficiais: inglês e francês.

Além disso, uma facilidade está relacionada à obtenção do visto no Canadá por alguns brasileiros. Isso porque aqueles que o adquiriram há menos de dez anos ou que tenham um válido para entrada nos Estados Unidos, mas sem ainda ter ido para lá, podem solicitar a eTA, ou Electronic Travel Authorization (em tradução livre, Autorização de Viagem Eletrônica).

Outra motivação diz respeito à possibilidade de conciliação de estudos com trabalho. Isso possibilita que brasileiros consigam orçamento suficiente para se manterem durante o intercâmbio. Por falar em estudos, 4 instituições canadenses estão entre as 100 melhores universidades do mundo!

Veja cidades mais populares para intercambistas:

Para tomar a decisão correta, é preciso pesquisar bastante e conhecer as especificidades de cada um dos destinos de intercâmbio. Conciliar objetivos, características e, ainda, semelhanças entre o destino e o país de origem, pode ajudar a fazer do intercâmbio uma experiência memorável.

Você sabia que seu estilo também influência bastante nessa escolha? Leia nosso artigo e descubra como considerá-lo nessa decisão!

 

Receba dicas exclusivas para planejar o seu intercâmbio!

Você também pode gostar

Deixe um comentário